Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Relatório da CPI diz que AM foi utilizado como um 'laboratório humano'

    Ainda segundo o documento, o Ministério da Saúde incentivou o uso de remédios comprovadamente ineficazes em Manaus

    Documento de 1.052 páginas atribui ao presidente e a Pazuello o crime de homicídio qualificado; peça ainda pode ser alterada | Foto: SANDRO PEREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    MANAUS (AM) - O relatório final da CPI da Covid, do Senado, conclui que o governo Bolsonaro agiu de forma dolosa, ou seja, intencional, na condução da pandemia. No documento, o relator afirma que o governo Bolsonaro fez do Amazonas um “laboratório humano”.

      De acordo com o relatório, o governo federal foi omisso não apenas no monitoramento da falta de insumos no Amazonas, mas também depois de instalada a crise de desabastecimento de oxigênio. Pacientes internados com a covid-19 morreram por asfixia.  

    Ainda segundo o documento, o Ministério da Saúde incentivou o uso de remédios comprovadamente ineficazes em Manaus. A propaganda incentivou experiências que violaram princípios éticos e causaram a morte de pessoas. Em seguida, a falta de uma coordenação nacional para o monitoramento do consumo de oxigênio em hospitais criou uma corrida pelo produto em outras partes do País.

    No relatório final,  o governo federal é responsável pela morte de milhares de pessoas. O documento possui 1.052 páginas e será apresentado aos senadores da CPI na próxima terça-feira (19).

    “O governo federal criou uma situação de risco não permitido, reprovável por qualquer cálculo de custo-benefício, expôs vidas a perigo concreto e não tomou medidas eficazes para minimizar o resultado, podendo fazê-lo. Aos olhos do Direito, legitima-se a imputação do dolo (intenção de causar dano, por ação ou omissão)”, diz trecho da peça, que ainda pode ser alterada até terça-feira. No dia seguinte, os senadores devem começar a votação do relatório.

    Os principais pontos do documento:

    -Gabinete Paralelo

    -Imunidade Rebanho

    -Tratamento Precoce

    -Oposição a medidas não farmacológicas

    -Atraso na compra de vacinas

    - Crise no Amazonas

    - Vacina Covaxin

    - Hospitais federais do Rio

    -Análise orçamentária da pandemia

    -Proteção a indígenas e quilombolas

    -Disseminação de fake news

    -Caso Prevent Senior e planos de saúde

    - Indiciamentos

    - Propostas legislativas

    Leia Mais

    Senado lamenta as 600 mil vidas interrompidas na pandemia

    CPI: Relatório paralelo pede indiciamento de general Braga Netto

    *Com informações do Estadão