Fonte: OpenWeather

    Presidente Figueiredo


    Figueiredo: contratos milionários da atual gestão são investigados

    Entre outubro e novembro, a Prefeitura de Presidente Figueiredo, que atualmente está sob o comando de Patrícia Lopes (MDB), firmou dois contratos de valores milionários, no entanto, moradores reclamam da infraestrutura do município

     

     Patrícia Lopes, realizou a contratação, sem processo licitatório da empresa Deusimar M. da Silva & Cia, no valor de R$1,2 milhões de reais.
    Patrícia Lopes, realizou a contratação, sem processo licitatório da empresa Deusimar M. da Silva & Cia, no valor de R$1,2 milhões de reais. | Foto: Divulgação

    Presidente Figueiredo (AM) - Entre outubro e novembro, a Prefeitura de Presidente Figueiredo, que atualmente está sob o comando de Patrícia Lopes (MDB), firmou dois contratos de valores milionários. A gestão já possui em seu histórico, investigações por falhas de processo licitatório, além de denúncias por outros gastos milionários e má administração.

    No dia 11 de novembro, um contrato foi firmado, via processo licitatório, com a empresa MS Construções e Terraplanagem Ltda. A contratação da empresa especializada em serviços de engenharia para execução dos serviços de recapeamento do sistema viário do município, foi realizada no valor total de R$9.582.757,71 (nove milhões, quinhentos e oitenta e dois mil, setecentos de cinquenta e sete reais e setenta e um centavos).

      O período de vigência do contrato é de 240 dias a partir da data estipulada inicialmente no documento. O que chama a atenção, além do alto valor, é que o período escolhido para a realização da obra, coincide com o início do inverno amazônico, época onde o número de fortes chuvas atinge a região, o que impossibilitaria qualquer atividade no local.  

    Outro contrato foi homologado no mês de novembro, também deliberado via licitação. Neste caso, a prefeitura firmou parceria com a empresa Lázaro Eugaly Ramos Júnior Eireili, para a aquisição de pneus novos. No total, o processo tem como valor total estipulado R$ 596 mil. Na ata da documentação, não foi especificado qual o destino da aquisição dos pneus. Mais uma vez, o alto valor da contratação, sem fins estabelecidos, coloca em foco, a  gestão da prefeitura quanto ao gasto de dinheiro público do município. 

     

    Na ata da documentação, não foi especificado qual o destino da aquisição dos pneus
    Na ata da documentação, não foi especificado qual o destino da aquisição dos pneus | Foto: Divulgação

      A equipe do Portal Em Tempo, entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Presidente Figueiredo, que informou não poder disponibilizar uma reposta até a data de publicação, tendo em vista a necessidade de análise dos questionamentos feitos  

    Histórico da gestão

    No último mês, a equipe do Portal Em Tempo  foi até o município para a cobertura de pauta e recebeu reclamações da população sobre a condição das ruas de Presidente Figueiredo. No bairro sol nascente, os residentes reclamaram da falta de infraestrutura no local e pontuaram as dificuldades de mobilidade, que se encontra esquecido pela gestão, segundo eles. 

    "

    Será que quando a prefeita passa por cima de avião, ela não enxerga a situação que as ruas se encontram? "

    , questionou um morador do bairro.

     

    Em janeiro deste ano, Patrícia Lopes, realizou a contratação, sem processo licitatório da empresa Deusimar M. da Silva & Cia, no valor de R$1,2 milhões de reais. O dono do empreendimento é Deusimar Maia da Silva, sogro da prefeita. O caso foi encaminhado para o Ministério Público de Contas (MPC), que informou que após apuração da denúncia, providências cabíveis seriam tomadas pelo órgão. Até o momento não há novidades acerca do andamento do caso.

    No mês de abril, Patrícia foi denunciada pela Cooperativa dos Amigos do Transporte do Município de Presidente Figueiredo (Cooamtra), por falhas na contratação de empresas para a prestação de serviços de transporte escolar, alegando inconsistências no pregão. A cooperativa pediu a suspensão do processo licitatório e o documento foi aceito pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM).

    Em junho, a prefeita contratou a empresa Acdtech Assessoria em Gestão Empresarial LTDA, para serviços de análise e gestão de convênios, com valor estipulado de R$16.500. Na mesma época a prefeitura contratou o dono da empresa, Marden Eufrasio dos Santos, como secretário municipal de planejamento e finanças do município de Presidente Figueiredo.

    Leia mais:

    Braga sugere criação de manual para exploração mineral no Rio Madeira

    Mulheres com perda gestacional terão prioridade em hospitais no AM

    PL obriga notificação para vistoria de medidores de energia