Fonte: OpenWeather

    Programa


    Expansão do 'Luz para Todos' está comprometida por falta de recursos

    Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) não repassou o recurso para Eletrobras Amazonas Energia

    Aneel não repassou os recursos para a Eletrobras Amazonas Energia | Foto: Divulgação

    Manaus - O deputado Serafim Corrêa (PSB) fez um apelo à bancada do Amazonas na Câmara Federal, na manhã desta quarta-feira (18),  para que haja mobilização para solucionar o impasse da falta de recursos federais destinados ao programa “Luz para Todos”, que é administrado pela Eletrobras Amazonas Energia.

    Segundo o parlamentar, a expansão do programa está comprometida. Há 50 dias, os trabalhadores não recebem os salários, e a principal causa é o atraso dos recursos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que repassa as verbas para a Eletrobras Amazonas Energia.

     A expansão do programa está comprometida por falta de recurso
    A expansão do programa está comprometida por falta de recurso | Foto: Divulgação

    Leia também: Sem pagar fiança, José Melo e Edilene Gomes continuam presos

    “O programa Luz para Todos é de altíssimo interesse social. Pessoas que nunca tinham tido a oportunidade  de ter, por exemplo, uma televisão ou uma geladeira funcionando, passaram a ser  atendidas pelo “ Luz para Todos”.  Este programa, vira e mexe sofre dificuldades e, agora, não é diferente.  O programa  faz parte da Amazonas Energia, mas sobrevive de recursos repassados pela Aneel. E a realidade, hoje, é que há um atraso dos repasses da Aneel para a Amazonas Energia, por consequência  disso, um atraso para as empresas do Luz para Todos,  e estas , por óbvio, não conseguem pagar seus trabalhadores”, explicou o deputado.

     Serafim Corrêa disse que os atrasos nos salários comprometem o programa
    Serafim Corrêa disse que os atrasos nos salários comprometem o programa | Foto: Marcelo Araújo

     O líder do PSB disse que os atrasos nos salários comprometem o programa. “Peço para que a bancada federal se movimente em Brasília para que esse assunto seja resolvido e não haja novas paralisações. Há um temor muito grande de que com a privatização da Eletrobras, o  “Luz para Todos” seja interrompido ou desativado, só que houve, um comprometimento do programa com esses atrasos, que devem ser corrigidos”, concluiu Serafim.

    Leia mais:

    Na Aleam, Sabá Reis anuncia que pedirá impeachment de Amazonino

    Presa por desvio de milhões no AM, ex-secretária de Estado deixa IML

    José Lula denuncia Amazonino e tentará barrar decreto do Governo