Fonte: OpenWeather

    Morte


    Bolsonaro lamenta morte de brasileira na França

    Presidente lembra discurso que fez na ONU, onde usou o termo "cristofobia"

    Um homem atacou com uma faca pessoas que estavam na Basília de Notre-Dame em Nice, no sul da França, e no entorno da igreja
    Um homem atacou com uma faca pessoas que estavam na Basília de Notre-Dame em Nice, no sul da França, e no entorno da igreja | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    O presidente Jair Bolsonaro lamentou no início da noite desta 5ª feira (29.out) na chegada ao Palácio da Alvorada a morte de uma brasileira em atentado na França. Bolsonaro afirmou que o mundo precisa se preocupar com a intolerância religiosa e relembrou o discurso que ele fez na Assembleia-Geral da ONU, em setembro, quando usou o termo "cristofobia" para falar sobre o preconceito com os cristãos.

    "Nós admitimos qualquer religião, mas não podemos admitir a intolerância, ainda mais desta forma", disse o presidente.

    O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também se manifestou. Em uma rede social, Araújo classificou o atentado como brutal e lamentou que entre os três mortos esteja a brasileira, de 44 anos, mãe de três filhos e que morava em Nice. 

    Um homem atacou com uma faca pessoas que estavam na Basília de Notre-Dame em Nice, no sul da França, e no entorno da igreja. O suspeito, um homem de 21 anos, foi baleado pela polícia e depois preso.