Fonte: OpenWeather

    Política


    STF dá 5 dias para Bolsonaro explicar aglomeração e não uso de máscara

    PSDB cobrou do STF que exija que Bolsonaro cumpra as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde no enfrentamento à pandemia

     

    Presidente Jair Bolsonaro
    Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Divulgação

    O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de cinco dias para o presidente Jair Bolsonaro para explicar sobre aglomerações, o não uso de máscaras e outras medidas de prevenção ao Covid-19, em ação movida pelo PSDB.

    O partido cobrou do STF que exija que Bolsonaro cumpra as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde no enfrentamento à pandemia.

    Fachin determinou que, no mesmo prazo, a Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da República se pronunciem antes de decidir sobre o assunto.

    "

    São graves as alegações trazidas pelo partido requerente. Sem descurar da urgência que as questões afetas à saúde pública reclamam, a oitiva da Presidência da República no curto prazo fixado em lei pode contribuir para delimitar o quadro descrito pelo requerente. "

    Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)

     
    "

    Por isso, para o exame completo da medida cautelar, com a urgência que impõe o agravamento especial dos fatos narrados, cumpre, antes, ouvir o órgão apontado como responsável pelos atos questionados, assim como o advogado-geral da União e o procurador-geral da República. "

    Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)

     

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Governo formaliza contrato com Fiocruz para vacina de Oxford

    Senadores do AM são contra a realização da Copa América no Brasil

    Sedes da Copa América no Brasil são divulgadas; veja os estados