Fonte: OpenWeather

    7 de setembro


    Presidente Bolsonaro convida população a ir às ruas no 7 de setembro

    Após a solenidade, Bolsonaro deve ir à Esplanada, onde está prevista manifestação de apoiadores

     

    Bolsonaro citou que esse direito se aplica a todos os integrantes do Poder Executivo Federal
    Bolsonaro citou que esse direito se aplica a todos os integrantes do Poder Executivo Federal | Foto: Reprodução

    O presidente Jair Bolsonaroconvidou a população a ir às ruas amanhã (7), em comemoração ao 199° aniversário da independência do Brasil.

    Em publicação nas redes sociais, ele destacou que a Constituição Federal garante o direito à manifestação, “em paz e harmonia”.

    "

    Independência está associada à liberdade. Assim sendo, também no escopo dos incisos XV e XVI, do art. 5° da nossa CF [Constituição Federal], a população brasileira tem o direito, caso queira, de ir às ruas e participar dessa nossa data magna em paz e harmonia "

    Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

     

    Bolsonaro citou que esse direito se aplica a todos os integrantes do Poder Executivo Federal que não estejam de serviço na data em questão.

    “Que a liberdade individual seja a máxima nesse marcante evento de nossa soberania”, diz a publicação.

      Em razão da pandemia de covid-19, amanhã, não haverá o tradicional desfile de 7 de setembro, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.  

    Uma cerimônia cívica de hasteamento da bandeira será realizada no Palácio da Alvorada, com a presença de autoridades. Ao final, a Esquadrilha da Fumaça fará uma apresentação nos céus da capital federal.

    Após a solenidade, Bolsonaro deve ir à Esplanada, onde está prevista manifestação de apoiadores. À tarde, o presidente deve comparecer a um ato em São Paulo. Também estão previstas, para esta terça-feira, manifestações contrárias ao governo em diversos locais do país.

    Leia mais:

    131 atos contra Bolsonaro estão marcados para amanhã (7)

     Em evento, Bolsonaro diz que não haverá violência em atos de 7 de setembro