Fonte: OpenWeather

    Planalto


    "Nunca tive a intenção de agredir os Poderes", diz Bolsonaro em nota

    Nota foi publicada logo após encontro do presidente com o ex-presidente Michel Temer (MDB), no Palácio do Planalto

     

    O documento foi publicado no site do Planalto dois dias depois das manifestações do dia 7 de setembro, momento em que Bolsonaro chegou a dizer que não seguiria mais as ordens do Supremo Tribunal Federal (STF).
    O documento foi publicado no site do Planalto dois dias depois das manifestações do dia 7 de setembro, momento em que Bolsonaro chegou a dizer que não seguiria mais as ordens do Supremo Tribunal Federal (STF). | Foto: Reprodução


    Brasília - Em meio às tensões envolvendo o Governo Federal e instituições democráticas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgou uma nota na tarde desta quinta-feira (9) afirmando que nunca teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes”. O documento foi publicado no site do Planalto dois dias depois das manifestações do dia 7 de setembro, momento em que Bolsonaro chegou a dizer que não seguiria mais as ordens do Supremo Tribunal Federal (STF).

    “Quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum”, diz o texto assinado por Bolsonaro.

    Na nota, o chefe do Executivo federal ainda cita “naturais divergências” em algumas decisões tomadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news, que tem atingido bolsonaristas e o próprio presidente.

    "

    Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de 'esticar a corda', a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia. Sendo assim, essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal "

    , finalizou.

     

    *Com informações do Metrópoles

    Leia mais:

    Presidente Bolsonaro pede que caminhoneiros liberem as rodovias

    Presidente do Senado diz que “solução não é autoritarismo"

    "Sem planejamento", diz Menezes sobre manifestações na Ponta Negra