Fonte: OpenWeather

    STF


    STF concede regime semiaberto ao ex-deputado Geddel Vieira

    Geddel foi condenado no caso dos R$ 51 milhões encontrados pela Polícia Federal dentro de caixas e malas em um apartamento em Salvador ligado ao ex-deputado

     

     

    | Foto: Divulgação

    Brasília - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin concedeu nesta sexta-feira (10) ao ex-deputado federal Geddel Vieira Lima direito ao regime semiaberto de cumprimento de pena. Geddel foi condenado no caso dos R$ 51 milhões encontrados pela Polícia Federal dentro de caixas e malas em um apartamento em Salvador ligado ao ex-deputado.

    O caso ocorreu em 2017, e a defesa de Geddel alegou que o valor decorria da “guarda de valores em espécie”. Ao decidir a questão, Fachin entendeu que o ex-parlamentar preenche os requisitos legais e atendeu ao pedido da defesa para ter direito ao benefício.

    “Preenchidos os requisitos subjetivo e objetivo e comprovado o recolhimento do valor definido a título de multa penal, defiro a Geddel Quadros Vieira Lima a progressão ao regime semiaberto”, decidiu o ministro.

    *Com informações da Agência Brasil 

    Leia mais:

    “Todo Poder só existe para servir ao país", diz Arthur Lira

    Governo Federal diz que caminhoneiros não mais bloqueiam rodovias

    Em passagem de comando, governador do AM agradece apoio do Exército