Fonte: OpenWeather

    Judiciário


    “Temos de acreditar na boa-fé de Bolsonaro”, diz Gilmar Mendes

    A fala do ministro do STF ocorre após publicação de nota de Bolsonaro, na qual ele diz que nunca teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes”

     

     

    | Foto: Reprodução


    Brasília - Em meio à tensão envolvendo o Planalto e o Judiciário, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que é preciso acreditar na boa-fé do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A fala do decano ocorre após nota do chefe de Estado, na qual diz que nunca teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes”.

    A nota, um claro recuo no tom das últimas semanas, foi publicada no site do Palácio do Planalto logo após encontro com o ex-presidente Michel Temer (MDB).

    Em entrevista à Folha de S.Paulo na sexta-feira (10), o ministro disse que Bolsonaro tem sido excessivo e tentado tirar o foco do que realmente é preciso fazer, mas pontuou: “Temos de acreditar na boa-fé da manifestação e vamos aguardar os desdobramentos”.

      Gilmar defendeu a atuação da Corte na pandemia e disse que houve papel decisivo no processo. “Se nós tirarmos a ação do Supremo neste processo da pandemia, certamente, eu não consigo projetar, nós teríamos muito mais milhares de mortos.”  

    *Com informações da Agência Brasil

    Leia mais:

    II Marcha das Mulheres mobiliza 5 mil indígenas em Brasília

    Jovem é assassinada a tiros dentro de loja no Cidade de Deus

    Aleam recorre contra suspensão de CPI da AM Energia