Fonte: OpenWeather

    Bolsonaro em NY


    Prefeito de Nova York diz que Bolsonaro não deveria ir à cidade

    Prefeito de Nova York disse que Bolsonaro não deveria incomodar indo à cidade por não ter se vacinado contra a Covid-19

     

    Bolsonaro, que se recusou a ser vacinado contra a Covid-19, está em Nova York para participar na terça-feira (21) da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), onde será o primeiro chefe de Estado a discursar.
    Bolsonaro, que se recusou a ser vacinado contra a Covid-19, está em Nova York para participar na terça-feira (21) da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), onde será o primeiro chefe de Estado a discursar. | Foto: Divulgação

    O prefeito de Nova York, Bill de Blasio não se mostrou satisfeito com a visita do predidente Jair  Bolsonaro ( sem partido) à cidade. Ele disse nesta segunda-feira (20) que o Bolsonaro não deveria incomodar indo à cidade por não ter se vacinado contra a Covid-19. “Se não quiser ser vacinado, não incomode vindo, porque todo mundo deveria estar vacinado”, disse Blasio, em uma transmissão de vídeo, referindo-se ao presidente brasileiro, completando que “Precisamos mandar uma mensagem a todos os líderes mundiais, incluindo mais notavelmente Bolsonaro, do Brasil, que se você pretende vir aqui, precisa estar vacinado”, concluiu.

    Bolsonaro, que se recusou a ser vacinado contra a Covid-19, está em Nova York para participar na terça-feira (21) da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), onde será o primeiro chefe de Estado a discursar.

    Pizza na calçada

    Sem poder entrar em restaurantes de NY que exigem comprovante de vacinação por determinação da prefeitura, o Bolsonaro comeu pizza numa calçada no domingo à noite ao lado de ministros.

    Nesta segunda-feira (20), em encontro bilateral com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, Bolsonaro ouviu do premiê uma recomendação para que todos tomassem a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca, desenvolvida em seu país e envasada no Brasil pela Fiocruz, mas o presidente brasileiro respondeu que ainda não se vacinou.

    A vacinação contra a Covid-19 é apontada por especialistas como essencial para conter o avanço da pandemia. Não só para proteger a si próprio, mas as outras pessoas de contaminação. A resistência do presidente brasileiro não é bem compreendida em outros países.