Fonte: OpenWeather

    Cartão Vermelho


    Omar Aziz expulsa advogado de Luciano Hang após bate boca na CPI

    Enquanto o empresário Luciano Hang, dono da Havan, prestava depoimento, o advogado dele começou a “lavar roupa” com Senador Rogério Carvalho (PT – SE)

     

    Bate boca marcou a CPI da Pandemia, nesta quarta - feira (29).
    Bate boca marcou a CPI da Pandemia, nesta quarta - feira (29). | Foto: Divulgação

    Cada vez mais surgem polêmicas envolvendo bate bocas na CPI da Pandemia. Nesta quarta – feira (29), não foi diferente. Enquanto o empresário Luciano Hang, dono da Havan, prestava depoimento, o advogado dele começou a “lavar roupa” com Senador Rogério Carvalho (PT – SE).

    O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), teve que pedir ao advogado que se retirasse da sessão. Os trabalhos foram interrompidos por alguns minutos. O Senador também se irritou com cartazes exibidos por Hang com os dizeres “não me deixam falar” e “liberdade de expressão”. Os cartazes também foram retirados.

    Até mesmo durante sua dala inicial, Hang mostrou, com autorização de Aziz, um vídeo sobre a Havan — o que causou indignação em parlamentares oposicionistas, que alegaram tratar-se de propaganda indevida.

    Mais barraco

    O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, também se envolveu em bate bocas, reaparecendo na CPI, depois de várias sessões ausente.

    Ele defendeu o empresário e condenou o tratamento dado ao depoente pela mesa que coordena a CPI. De acordo com Flávio, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), chamou Hang de “bobo da corte”. Calheiros negou as acusações. 

    *Com informações da Revista Oeste 

    Leia mais: 

    Luciano Hang entra na Justiça para YouTube manter vídeo pró-cloroquina

    CPI da Covid: acompanhe o depoimento de Luciano Hang

    CPI deve convocar Paulo Guedes para esclarecer caso da Prevent Senior