Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    Confira quais estados do Brasil terão celulares piratas bloqueados

    O bloqueio de celulares irregulares (piratas) começa no próximo sábado (8)

    A medida também busca inibir a comercialização de aparelhos móveis não homologados no país
    A medida também busca inibir a comercialização de aparelhos móveis não homologados no país | Foto: Lion

    Começa no próximo sábado (8) o bloqueio de celulares irregulares (piratas) nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins.

    O Amazonas está fora, ao menos por enquanto. A partir de 23 de setembro, o bloqueio será no Distrito Federal e em Goiás, informou na segunda-feira (3) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De acordo com a agência, a medida visa a combater o uso de aparelhos falsificados ou com IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude.

    Como identificar?

    O IMEI (do inglês, International Mobile Equipment Identity) é o número de identificação do celular.

    É composto por um código de 15 números, utilizados internacionalmente, e permite identificar a marca e modelo.

    Saia da ilegalidade

    A medida também busca inibir a comercialização de aparelhos móveis não homologados no país. A Anatel informou, ainda, que o usuário de serviço móvel com situação irregular tem como sair dessa situação.

    É só procurar a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e buscar seus direitos como consumidor.

    Ônibus sem aumento

    A Prefeitura de Manaus descartou, através de nota, que o preço da tarifa do transporte executivo da capital será majorada.

    E garantiu que nenhum decreto foi assinado neste sentido.

    Tarifa mantida

    A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) reforça que o preço permanece em R$ 4,20.

    Viagem de magrela

    O projeto de bicicletas compartilhadas Manôbike, da Prefeitura de Manaus, já contabiliza mais de 13 mil viagens realizadas. Quase 7,5 mil pessoas estão cadastradas no sistema, que teve sua primeira ampliação no número de estações este ano, saindo de 11 para 15.

    Zé 13 na Praça

    O deputado estadual José Ricardo (PT) realizou ontem uma audiência pública na Praça da Matriz, no Centro de Manaus.

    O parlamentar - que foi eleito deputado estadual no último pleito – ouviu as reivindicações da população e irá inserir as propostas na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019.

    Contas aprovadas

    Por falar em Zé Ricardo, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) aprovou no último domingo (2) a prestação de contas do petista.

    Ele foi eleito deputado federal com 197.270 votos, sendo o mais votado do pleito.

    Eliana no teatro

    A cantora amazonense Eliana Printes volta ao palco do Teatro Amazonas para apresentar o novo show, que reúne releituras e canções autorais que integram o seu mais recente álbum.

    O show será na próxima quinta-feira (6), a partir das 20h.

    Caixa fatiada

    O governo Jair Bolsonaro já tem planos para fatiar a caixa Econômica federal (CEF).

    O plano da equipe econômica de Paulo Guedes para a Caixa prevê a abertura do capital das empresas ‘Caixa Cartões’, ‘Caixa Seguridade’ e ‘Caixa Asset’ – esta última deverá se transformar no maior IPO da história.

    Oferta em ações

    Do inglês, Initial Public Offering, IPO é uma Oferta Pública Inicial.

    Logo, a futura gestão do banco estatal – nas mãos de Pedro Guimarães – tem como meta um IPO na área de microcrédito sob gestão do Banco do Nordeste.

    O jambu é nosso

    A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) foi obrigada a parar as pesquisas com o jambu, porque os Estados Unidos patentearam a planta, nativa da Amazônia”.

    Essa publicação, compartilhada milhares de vezes no Facebook, não procede, é fake.

    Patente proibida

    De acordo com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), não é possível patentear materiais biológicos encontrados na natureza, como o jambu.

    Papo furado

    A Ufam também não foi obrigada a encerrar pesquisas relacionadas ao jambu ou suas substâncias por causa do registro de alguma fórmula contendo compostos da planta nos Estados Unidos.

    Ano novo, placa nova

    A partir do dia 10 de dezembro, os novos veículos emplacados no Amazonas já farão uso do novo modelo de placa no padrão estabelecido pelo Mercado Comum do Sul (Mercosul).

    Como será

    A nova placa traz impressa tarja azul, a bandeira do país de origem e possui inúmeros itens de segurança e prevenção à clonagem e falsificação.

    Ao contrário do modelo atual, que possui três letras e quatro números, a placa padrão Mercosul tem quatro letras e três números.

    Quanto custa

    O diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, garantiu que o valor da placa não sofrerá alteração. O valor do par de placas, traseira e dianteira, continuará R$ 221,69. O preço da unidade, confeccionada em separado, continua R$ 155,19.

    Padrão internacional

    O novo modelo faz parte de um acordo internacional que tem como objetivo unificar a identificação dos automóveis que circulam no Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile e Bolívia, países que fazem parte do bloco econômico sul-americano.

    Você gosta das Notas da Contexto? Então leia mais:

    Luiz Castro diz que registro de preços da Sefaz prejudica Amazonas

    Mototaxistas ganham incentivo para motos de até 160 cilindradas

    Com intervenção de Eduardo Braga, Amazonas receberá R$ 285 milhões