Fonte: OpenWeather

    ZFM


    Deputado rebate críticas de Paulo Guedes sobre Zona Franca de Manaus

    Para o deputado, as declarações do ministro causam instabilidade nos investimentos e nos empregos na ZFM

    Ramos cobrou do ministro soluções reais para solucionar a crise econômica do país | Foto: Estadão Conteúdo

    Após um novo ataque feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ao modelo econômico da Zona Franca de Manaus, o deputado federal Marcelo Ramos (PL) emitiu nota rebatendo as declarações do ministro, o que ele classificou como desconhecimento de Guedes sobre a economia real do Brasil. Leia a nota na integra no final da matéria. 

    O deputado defendeu o modelo que, segundo ele, gera mais de 10 empregos na região e cobrou do ministro soluções reais para solucionar a crise econômica e diminuir o desemprego no país. 

    Durante uma palestra em Fortaleza, o ministro disse a empresários e políticos do Nordeste, que modelo econômico da Zona Franca "É antieconômico e tudo mal feito”. Este foi o segundo ataque de Paulo Guedes a ZFM. Em abril, em entrevista ao Globo News, o ministro disse que “a Zona Franca de Manaus fica do jeito que ela é, ninguém nunca vai mexer com ela”, e completou que o governo federal não vai “ferrar ou desarrumar o Brasil para manter vantagens para Manaus”.

    Nota oficial

    O ministro Paulo Guedes mais uma vez fez duras críticas à ZFM. Dessa vez, utilizou a questão das motocicletas. Talvez, o melhor exemplo do que seja o modelo já que gera mais de 10 mil empregos e tem toda a cadeia produtiva em Manaus com 36 empresas de componentes, o que caracteriza alto valor agregado. 

    O ministro Paulo Guedes não conhece o Brasil e tem dificuldades de compreensão da economia real porque sempre foi um homem do capital especulativo.

    Falta autoridade ao ministro de fazer qualquer crítica diante da incapacidade dele de enfrentar o problema econômico do país. Sob a gestão dele o desemprego segue na casa de 12%, a indústria nacional recuou 1,6%, o setor de serviços teve o maior recuo da história recente e mais de 20 bilhões de investimentos estrangeiros saíram da bolsa.

    Antes de ficar destilando seu preconceito e seu desconhecimento de um modelo de desenvolvimento regional exitoso, o ministro precisa cuidar de responder aos desafios de tirar economia do país da crise, coisa que até aqui ele não mostrou competência pra fazer.

    As declarações do ministro causam instabilidade nos investimentos e nos empregos na ZFM e devem ser repudiadas por todos os amazonenses.

    Marcelo Ramos -Deputado Federal PL/AM