Fonte: OpenWeather

    7 de setembro


    Bolsonaro assiste desfile cívico e faz um pedido aos brasileiros

    Antes de deixar a residência oficial, o presidente pediu que os brasileiros compareçam as comemorações de 7 de Setembro

    Bolsonaro celebra 7 de Setembro ao lado de Silvio Santos e Edir Macedo
    Bolsonaro celebra 7 de Setembro ao lado de Silvio Santos e Edir Macedo | Foto: Alan Santos/Fotos Públicas

    Brasília - O presidente Jair Bolsonaro convocou neste sábado (7)  todos os brasileiros a comparecerem às comemorações do Dia da Independência, em suas cidades. Bolsonaro foi ao desfile em Brasília em carro aberto. No evento, afirmou que a independência de nada vale se não houver "liberdade".

    “Independência de nada vale se não tivermos liberdade, essa por tantas e tanta vezes ameaçada por brasileiros que não têm outro propósito a não ser o poder pelo poder”, disse. 

    Bolsonaro deixou o Alvorada em carro aberto, no Rolls Royce presidencial, com um de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro, sentado no banco traseiro, e de Ivo Cesar González, um menino de 9 anos que foi convidado pelo presidente a acompanhar o percurso. Na chegada à Esplanada dos Ministérios, onde ocorre desfile, crianças o receberam com gritos de “mito”.

    Bolsonaro deixou o Alvorada em carro aberto, no Rolls Royce presidencial, com um de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro, sentado no banco traseiro
    Bolsonaro deixou o Alvorada em carro aberto, no Rolls Royce presidencial, com um de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro, sentado no banco traseiro | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

    Ao descer do carro, o presidente cumprimentou o vice Hamilton Mourão, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha e Marcos Pereira, presidente interino da Câmara dos Deputados, que representa o presidente da Casa Rodrigo Maia, que está em viagem oficial ao Oriente Médio até 10 de setembro.

    Bolsonaro assistiu ao desfile acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, que veste um vestido amarelo. No palanque, ao lado do presidente, estavam o dono da rede de televisão SBT, Silvio Santos, acompanhado de sua mulher, Iris, e dono da Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, o dono da Rede TV, Marcelo Carvalho, e o presidente o empresário Luciano Hang, dono da Havan – de terno verde e gravata amarela.

    *Com informações do Estadão Conteúdo