Fonte: OpenWeather

    Sínodo da Amazônia


    Vídeo: Sínodo da Amazônia é visto com desconfiança por Bolsonaro

    Segundos os idealizadores do encontro, o objetivo não é somente discutir novas formas de evangelização na região, mas principalmente debater propostas e estratégias para a preservação de sua biodiversidade

    Assista a reportagem | Autor: Débora Martins/ TV Em Tempo

    As críticas aberta aos bispos é feita pelo ministro-chefe do gabinete de segurança institucional, Augusto Heleno
    As críticas aberta aos bispos é feita pelo ministro-chefe do gabinete de segurança institucional, Augusto Heleno | Foto: Reprodução TV Em Tempo

    Manaus- Faltando um mês para a realização do 'Sínodo da Amazônia', a reunião de bispos católicos no vaticano para tratar da Amazônia, religiosos se reuniram em Manaus nesta quinta-feira (19) para discutir o documento que vai orientar o debate com o Papa Francisco.  A reunião convocada em 2017 é vista pelo governo do presidente Jair Bolsonaro com desconfiança. 

    Bispos, padres, religiosos e leigos das nove dioceses dos Estados do Amazonas e Roraima se reuniram no Centro Maromba, localizado no bairro Chapada. Esta é a última assembléia antes do início do Sínodo da Amazônia, o encontro foi convocado pelo líder da igreja católica para traçar diretrizes de atuação da igreja na região Amazônica.

    O tema do Sínodo deste ano de 2019 será “Amazônia: Novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. Entre os temas que serão discutidos, estão a migração forçada, o tráfico de pessoas, pautas relacionadas ao meio ambiente, indígenas e a inclusão da mulher na missão eucarística. Durante o encontro, o papa e os bispos da região vão ouvir representantes indígenas, ribeirinhos e cientistas para, em seguida, definir qual a forma de atuação dos católicos na região.

    Desconfiança

    O ministro-chefe do gabinete de segurança institucional, Augusto Heleno, fez críticas abertas aos bispos. O órgão, que ele dirige, foi acusado de espionar os líderes católicos, entre eles o arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Débora Martins/ TV Em Tempo
     

    Texto Web: Bruna Oliveira