Fonte: OpenWeather

    Esquerda em negociação


    Jonas Araujo nega racha partidário na esquerda manauara

    Entre os pontos defendidos pelo partido, segundo Jonas, será estabelecer um programa de governo popular baseado na pluralidade da esquerda

    "Racha na esquerda é falácia da direita", afirma Jonas Araújo, pré-candidato à prefeitura de Manaus | Foto: Reprodução

    Manaus - Pré-candidato à prefeitura de Manaus pelo PSOL, o professor Jonas Araújo afirmou ao Em Tempo, que o ‘Racha’ na esquerda é uma falácia da direita. Segundo ele, o PSOL está participando ativamente das reuniões dos partidos de esquerda, que possuem intuito de consolidar uma estratégia coletiva para eleições deste ano.

    Entre os pontos defendidos pelo partido, segundo Jonas, será estabelecer um programa de governo popular baseado na pluralidade da esquerda. “Racha na esquerda é falácia da direita. Construir política na esquerda é muito diferente. Não somos amarrados a um ’dono’, construímos na unidade uma diversidade balizada pela representatividade de todas as forças políticas. Isso dá trabalho, mas é um caminho firme e sem atalhos”, pondera Araújo.

    Para Jonas Araújo, ainda é precoce debater sobre as estratégias eleitorais da esquerda, após as mudanças determinadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sentidas principalmente em partidos menores como PSOL. “Ainda é cedo para se determinar como será o posicionamento da esquerda no pleito. As mudanças nas regras eleitorais devem influenciar as coligações, isso deve levar partidos menores a pensarem a candidatura própria, não apenas para concorrer à prefeitura, mas como estratégia para dar visibilidade a legenda do partido e assim as candidaturas proporcionais de vereadores”, explica Jonas.

    Perguntado sobre o seguimento das ações internas no PSOL, Araújo afirma que a orientação da sigla deve seguir as determinações do TSE. "Vamos seguir o calendário do TSE, que estabeleceu o período entre 20 de julho a 5 de agosto para a realização das convenções partidárias. Como atualmente o partido possui 4 pré-candidatos à prefeitura, ainda vamos realizar muitos debates. Enfim, temos um grande desafio pela frente e o meu partido, assim como outras legendas de esquerda, estão comprometidos em construir um caminho sem vaidades e com muita coerência”, conclui o professor.