Fonte: OpenWeather

    Aumento de benefício


    Vídeo: Silas Câmara articula aumento da alíquota do IPI com Bolsonaro

    Em um vídeo divulgado por Silas, Bolsonaro garante a preservação da ZFM e incentivos aos concentrados

    “Muito obrigada Presidente Bolsonaro, por seu compromisso com a Amazônia, com o Amazonas e o Brasil”, finaliza no vídeo o deputado Silas Câmara, um dos parlamentares com maior influência e articulação das decisões presidenciais em relação ao Estado. | Foto: Reprodução

    Manaus – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), se pronunciou por meio de um vídeo publicado ontem (15), nas redes sociais do deputado federal Silas Câmara (Republicanos), sobre a manutenção do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e uma possível redução dos impostos sobre os Produtos Industrializados (IPI) do setor de produção de refrigerantes da ZFM.

    No vídeo, gravado diretamente do Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente informou que fará de tudo para manter o modelo ZFM, garantindo a soberania da Amazônia. “Olá amigos do Amazonas, principalmente aqueles que vivem na Zona Franca de Manaus. Que é um projeto ‘lá de trás’ do Presidente Castelo Branco, que nós devemos preservar sim, fazendo todo possível para que a Zona Franca continue realmente garantindo a soberania da Região Amazônica”, afirmou Bolsonaro, que ressaltou a implantação do modelo ZFM na década de 1960, sob a gestão do militar de Castelo Branco.

    O presidente também afirmou disse que a redução do IPI para as fábricas de concentrados chegará a um entendimento comum entre governo e fabricantes. Além disso, o presidente destacou o empenho de Silas em defesa do Amazonas. ”Estou tratando com o Silas Câmara sobre o pequeno lapso, o problema da taxação sobre os xaropes. Os ‘concentrados’ já estão acertados. Vamos continuar na ‘escadinha’, de modo que todos possam se adequar e não ter prejuízos a ninguém”, completa o presidente.

    A escadinha que Bolsonaro se refere durante o vídeo, pode ser o aumento dos 10% da alíquota do IPI, que além de isentar as empresas produtoras de refrigerantes da ZFM, as torna competitivas no mercado. Esse incentivo é a principal causa de manutenção das empresas na região amazônica. A definição do impasse sobre os ‘xaropes’ deve ser resolvida com o decreto presidencial, que vai confirmar o percentual da alíquota.

    “Muito obrigada Presidente Bolsonaro, por seu compromisso com a Amazônia, com o Amazonas e o Brasil”, finaliza no vídeo o deputado Silas Câmara, um dos parlamentares com maior influência e articulação das decisões presidenciais em relação ao Estado.  Em uma entrevista para uma emissora de Manaus, Silas Afirma que Bolsonaro deve “Ele se comprometeu em refazer o decreto e contemplar o acordo com a bancada Amazonense. E manter a competitividade do modelo ZFM.”

    Veja o Vídeo:

    | Autor: