Fonte: OpenWeather

    Prestação de contas


    “O Amazonas agora segue na rota certa”, diz Wilson Lima na Aleam

    O governador do Amazonas defendeu o desenvolvimento responsável e as melhorias implantadas com sucesso no Estado

    Wilson ressaltou que após o planejamento e adequação das necessidades dos cidadãos do Estado, caberia ao governo tomar iniciativas consideradas duras, mas que direcionariam o Amazonas ao desenvolvimento responsável. | Foto: Divulgação

    Manaus – Durante a leitura da mensagem anual, realizada na manhã de ontem (4), o governador Wilson Lima (PSC) decidiu propor uma ‘retrospectiva’, sobre as diversas ações implantadas com sucesso no Amazonas durante o ano passado. A solenidade realizada na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), marca a abertura dos trabalhos da 19ª Legislatura da casa.

    Wilson ressaltou que após o planejamento e adequação das necessidades dos cidadãos do Estado, caberia ao governo tomar iniciativas consideradas duras, mas que direcionariam o Amazonas ao desenvolvimento responsável. “Após o entendimento da realidade dos números e das necessidades imediatas das pessoas do nosso estado, este é o momento mais propicio para prestação de contas de tudo que já foi realizado. Apesar do grave desequilíbrio que comprometia a execução, de praticamente todos os serviços essenciais, nós tivemos a coragem de enfrentar os grandes desafios. Tomamos decisões duras, mas necessárias, e posso dizer que com estes ajustes, o Amazonas agora segue na rota certa, para o desenvolvimento responsável e com qualidade de vida”, ressaltou inicialmente.

    Sob um discurso progressista, Lima considerou de suma importância a aproximação das políticas públicas com as pessoas mais necessitadas, mencionando a transferência da sede do governo no interior e na capital, como uma das medidas de reconhecimento dessa priorização.  “Não queremos mais fazer parte do mapa do atraso, o Amazonas avançou de forma contundente a despeito de todos os ciclos do passado. Acreditamos na mudança, priorizando a excelência em serviços básicos. Mudamos a sede do governo para o interior, por meio do programa ‘Amazonas presente’, que leva serviços de cidadania, geração de emprego, renda e saúde para as populações do interior que não tinham acesso”, ponderou sob a tribuna da Aleam.

    Ao encerrar o pronunciamento, o governador afirmou que há ainda muito trabalho pela frente e que a parceria da Aleam é fundamental para os avanços que o Estado precisa.
    Ao encerrar o pronunciamento, o governador afirmou que há ainda muito trabalho pela frente e que a parceria da Aleam é fundamental para os avanços que o Estado precisa. | Foto: Divulgação

    Entre os avanços no primeiro ano de Governo, Wilson Lima destacou a ampliação dos investimentos na saúde, principalmente por meio do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI). Graças à decisão do Estado e à autorização da Assembleia de desvincular os recursos do Fundo para investimentos em saúde, foram investidos R$ 367,2 milhões na capital e principalmente no interior.

    “Foi a primeira vez que os prefeitos puderam ter acesso a esse dinheiro, que foi repassado diretamente para as prefeituras, para que pudessem fazer mutirões de cirurgias, reformas, compra de insumos e outros investimentos fundamentais para a melhoria dos atendimentos”, assinalou o governador.

    Outra medida tomada por Wilson, que culminou beneficiando duas áreas distintas, fala sobre a parceria entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). A junção da mão de obra carcerária, para revitalização e construção de obras do Estado, gerou uma economia de 335 mil reais aos cofres públicos, além da ressocialização dos detentos do sistema prisional do Amazonas. “Fizemos um levantamento de quanto custaria em média, a reforma de um centro de convivência. O orçamento estimado era de R$400 mil. Então, com a reforma feita pela mão de obra carcerária, reduzimos esse custo para apenas R$65 mil, além de contribuir com o processo de ressocialização. Nós já reformamos vários órgãos do Estado e até mesmo o Largo de São Sebastião. Este trabalho começou com apenas 10 detentos e agora possuímos 1.100 homens trabalhando e colaborando a favor do Estado”, explicou Lima.

    Educação

    Na educação, o governador destacou os investimentos feitos na rede estadual com a melhoria de 329 escolas, com manutenções, reformas, climatizações e construção de quadras, além da inauguração de três Cetis, em Lábrea, Benjamin Constant e Nova Olinda do Norte. Na ocasião, também anunciou que vai inaugurar nesta semana o quarto Ceti concluído na sua gestão, no município de Presidente Figueiredo.

    Setor primário

    O governador frisou que, no setor primário, o Amazonas passou a ser o Estado que mais compra produtos da agricultura familiar. “É um dado do qual nos orgulhamos, porque significa uma vida mais próspera para milhares de famílias. Nós superamos São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, superamos os maiores compradores da agricultura familiar. Esse é um compromisso que nós temos com o setor primário e com o pequeno produtor, na busca incansável por dias melhores”, afirmou. 

    Trabalho continua

    Ao encerrar o pronunciamento, o governador afirmou que há ainda muito trabalho pela frente e que a parceria da Aleam é fundamental para os avanços que o Estado precisa. Ele agradeceu pelo apoio familiar, na pessoa da primeira-dama do Estado, Tayana Lima, e dos filhos, Ugo e Úrsula, e destacou o compromisso dele e do vice-governador, Carlos Almeida, em honrar com a confiança que a população deposita no atual Governo.

    “Eu e o Carlos Almeida, meu vice-governador, fomos eleitos pelo anseio de mudança e estamos transformando esse sentimento em combustível de diálogo com a História, História que aqui todos nós estamos construindo. Com a coragem que Deus nos deu. Para sentar na cadeira de governador é preciso ter prudência, paciência, mas acima de tudo, coragem para fazer as mudanças que precisam ser feitas. Em nosso Governo, rogamos para que todos atuem ativamente para essa mudança”, finalizou o Governador do Estado.