Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Aleam e CMM tomam medidas preventivas contra o Covid-19

    A restrição de entrada do público externo, ponto facultativo para servidores e uso de materiais descartáveis estão entre as medidas adotadas

    Assim como na Aleam, a CMM suspendeu todos os eventos coletivos: sessões especiais e solenes; audiências públicas; tribuna popular; cursos e treinamentos para o público externo | Foto: Divulgação

    Manaus – Após a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Amazonas durante o último fim de semana, as duas casas parlamentares da capital, anunciaram medidas preventivas contra o contágio do Covid-19. A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e Câmara Municipal de Manaus (CMM), mantiveram o expediente parlamentar nos plenários, apenas com a entrada de funcionários e instituíram a proibição de atividades coletivas com público externo.

    O presidente da Aleam, Josué Neto (Sem partido), anunciou em coletiva a imprensa, no sábado (14), a suspensão por 20 dias de eventos coletivos como; sessões especiais e audiências públicas; bem como a visitação institucional. Os cursos e eventos da escola do legislativo e parlamento jovem, também, sofreram alterações.

    “Vamos utilizar todas as ações no sentindo de fazer uma campanha didática e de prevenção para os servidores e para a sociedade. Acima da atividade parlamentar está a vida e a saúde”, afirmou Josué Neto.

    As sessões plenárias serão mantidas, porém, com diminuição do número de servidores presentes nas dependências da Casa. O acesso ao local, ficou restrito aos deputados, servidores, terceirizados, autoridades e imprensa, salvo sobre prévia autorização.

    Joelson Silva (PSDB), presidente da CMM, cancelou a coletiva de imprensa, marcada ontem (16), como uma das medidas para evitar aglomerações. Além de restringir o acesso do público externo e limitar a presença de outras pessoas, a ordem é disseminar ao máximo as informações qualificadas sobre o assunto, tanto dentro, quanto fora da CMM.

    “Queremos evitar qualquer tipo de aglomeração, não podemos correr riscos nesse momento tão difícil para todos nós. Vamos cumprir todas as medidas anunciadas e pedimos a Deus que esse vírus seja logo dizimado, para que possamos tocar as nossas vidas normalmente, e o trabalho desta Casa também”, Comentou Joelson.

    Assim como na Aleam, a CMM suspendeu todos os eventos coletivos: sessões especiais e solenes, audiências públicas, tribuna popular, cursos e treinamentos para o público externo, visitas de estudantes e acesso do público ao prédio da Casa. Para complementar as ações adotadas, administração do Poder Legislativo substituirá todas as louças da CMM por material descartável e, o encerramento do expediente até 14h, impreterivelmente.

    Servidores idosos

    Os idosos, são considerados pelo Ministério da Saúde (MS), como um dos grupos de riscos da doença. Portanto, como uma opção para evitar a presença de servidores com 60 ou anos ou mais, a Aleam e a CMM, disponibilizaram o trabalho “Home Office”. Uma alternativa para executar o trabalho direto da casa do servidor, sem necessidade do comparecimento deste até ao prédio sede.

    Na Aleam, será pago para esse público, 50% do décimo terceiro salário já no final de março. Já na CMM, cada vereador irá definir como ficará a presença de seus assessores nos gabinetes. Ambas as casas determinaram a suspensão de todos os deslocamentos para outros estados e países, por membros e servidores dos parlamentos.