Fonte: OpenWeather

    Contratação


    Prefeito contrata 105 servidores da saúde para combater Covid-19

    No objetivo de reforçar ação contra a disseminação ao coronavírus, a Prefeitura de Manaus anuncia contratação temporária para as UBSs

    No objetivo de reforçar ação contra a disseminação ao coronavírus, a Prefeitura de Manaus anuncia contratação temporária para as UBSs | Foto: Divulgação/CMM

    Manaus - As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município precisam de reforço nesse período do novo Covid-19 (coronavírus), pensando e prezando pela contenção imediata na disseminação da doença no município de Manaus, prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), anunciou a contratação temporária de 105 profissionais da área saúde para auxiliar temporariamente nessas unidades.

    O anuncio foi divulgado na quinta-feira (19), por meio do Diário Oficial do Município. Serão contratados 35 enfermeiros e 70 técnicos de enfermagem para a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

    A medida foi destacada como essencial, pelo prefeito Arthur Neto, para que as UBSs, que já são referências no município, tenham um preparo ainda melhor para atender a população.

    “Manaus está dando tudo o que pode na luta contra o novo coronavírus. Estamos contratando 105 profissionais da área de saúde, além da colaboração federal com a chegada de 74 médicos do programa Mais Médicos, que serão distribuídos em todas as nossas Unidades Básicas de Saúde para ajudar a cumprir com o nosso dever de dar alento e esperança ao nosso povo. Vamos unir forças cada vez mais, com todos nossos recursos, para sairmos com a vitória desta luta”, destacou o prefeito de Manaus.

    Os convocados fazem parte do Cadastro de Reserva do Processo Seletivo Simplificado (PPS) n° 002/2017. A previsão é que os contratados já estejam em seus locais de trabalho no início na próxima semana.

    “A partir desta sexta-feira todos os convocados já podem procurar a Semsa para tomar as providencias de contratação e saber os locais de lotação. Vamos utilizar recursos do Sistema Único de Saúde para fazer essa contratação que tem a previsão de custo mensal de R$ 475 mil. É um grande reforço que já vamos poder contar para a próxima semana”, informou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

    Rede de saúde

    A Prefeitura de Manaus ainda em ação de emergências, entregou na quarta-feira (18), quatro Unidades Básicas de Saúde Móveis (UBSs Móveis), as quais serão integradas à rede municipal, ampliando em mais de 18 mil os números de atendimentos por mês. As unidades já começam a atender a partir de segunda-feira (23), priorizando nesse primeiro momento o atendimento aos casos de síndromes gripais.

    O novo serviço é uma estratégia para atender as necessidades e prioridades em saúde dos cidadãos que residem em áreas de expansão da cidade ou de vulnerabilidade social, considerando as dimensões epidemiológica, demográfica e socioeconômica, ou seja, atuarão em áreas de vazios assistenciais – onde não existe estrutura física de atendimento – mas também poderão atuar em situações onde haja excesso de demanda.

    Economia

    Em meio à crise, podendo afetar a economia municipal, Arthur, anunciou na quinta-feira (19), uma boa notícia para os servidores da Prefeitura de Manaus. Segundo estudos realizados pela equipe da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), a primeira parcela do décimo terceiro salário está garantida para a metade do ano e a arrecadação para o pagamento no mês de dezembro já está sendo feita.

    De acordo com secretário da Semef, Lourival Praia, o impacto na arrecadação do município, por conta Covid-19, pode chegar ao valor de R$ 500 milhões. “Vai ser difícil, vamos reunir com secretarias, analisar grandes contratos e despesas de custeio pessoal, para harmonizar as despesas da prefeitura e terminar o ano sem nenhum problema fiscal”, concluiu Praia.

    Transporte público

    Para maior segurança quem utiliza os transportes públicos, Fiscais da Vigilância em Saúde (Visa) da Prefeitura de Manaus, orientaram também na quinta-feira (19) cerca de 12 representantes de cooperativas de transporte executivo e alternativo (amarelinhos) para explicar como podem engajar na luta contra o coronavírus. Os permissionários representam aproximadamente 500 micro-ônibus dos dois modais, que circulam diariamente pela cidade e transportam mais de 120 mil pessoas.

    A primeira orientação é que os micro-ônibus devem circular sem ar-condicionado e com as janelas abertas, para que a ventilação circule dentro dos veículos. Além disso, os fiscais recomendaram o reforço na limpeza interna a cada quatro horas, após as viagens. A higienização das poltronas, do piso, das barras de sustentação, cortinas, janelas e dos filtros de ar-condicionado foram sugeridas como atividades de rotina.

     

     *Com informações da assessoria.