Coronavírus


PMM divulga ambientes para pessoas em situação de rua

Arthur Neto anuncia novas medidas para garantir a segurança da população

| Foto: Alex Pazuello/ Semcom

Manaus - A Prefeitura de Manaus, em parceria com a empresa concessionária de abastecimento de água da cidade, irá instalar torneiras em espaços públicos para possibilitar que pessoas em situação de rua reforcem a higiene e, assim, também evitem a propagação do novo coronavírus. “Uma ideia simples, mas eficaz para quem está exposto”, disse o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB).

A instalação, que começa na próxima semana, será feita pela Águas de Manaus, com o acompanhamento da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), em áreas de maior circulação de pessoas em situação de rua, incluindo praças, imediações de viadutos e áreas de feiras. “Essa sugestão veio da minha esposa Elisabeh Valeiko Ribeiro, que tem destinado um olhar sensível às pessoas mais vulneráveis. Levei à empresa de águas, que tem feito um trabalho meritório também nos ajudando a higienizar terminais e vias públicas, que prontamente acatou o pedido”, destacou o prefeito.

Segundo a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, a iniciativa é mais um reforço ao trabalho social realizado pelo próprio Fundo e também pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc). “Esse é um momento que devemos ter máxima integração entre todos, não só prefeitura, mas quem puder ser parceiro, ajudando de alguma forma, principalmente, essas pessoas mais vulneráveis”, afirmou a primeira-dama.

Nesse primeiro momento, serão instaladas torneiras públicas em oito pontos: praça da Matriz, praça dos Remédios, praça da Saudade, ponte do Bariri na rua Caco Caminha, ponte da panificadora Pãozinho na avenida Darcy Vargas, viaduto Josué Claudio, praça na Quintino Bocaiúva e calçadão da Manaus Moderna.

O diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho, chamou a atenção para o uso racional da água nesses lugares, sem que haja desvio de finalidade. “Os lugares foram mapeados, pois recebem um número expressivo de moradores de rua e nós vamos estar em alerta quanto ao uso desse serviço que vem para ajudar a população, nessa importante fase de prevenção e combate ao novo coronavírus”, destacou.

Segundo a concessionária, essa ação integra o cumprimento para que todos tenham acesso à água tratada. “Ter água com qualidade na torneira é essencial no combate à pandemia do coronavírus.  Desde que chegou na cidade, a concessionária Águas de Manaus vem trabalhando para universalizar o acesso a água para toda a população. Fizemos, recentemente, redes de água tratada para regiões de palafitas, becos e de rip-rap. E agora, diante do pedido feito pela prefeitura, vamos também disponibilizar água para essas pessoas que vivem em situação de rua, pensando sempre na saúde da população”, disse o diretor-presidente da Águas de Manaus, Renato Medicis.

Hospital de Campanha

O Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes também foi destaque na matéria do periódico nova-iorquino, exibindo a cápsula de ventilação não invasiva, chamada de “método Vanessa”, e que foi desenvolvida pelo Grupo Samel, responsável pela administração da unidade.

Decreto municipal

Está suspenso até o final de junho deste ano, a concessão de licenças para eventos públicos de qualquer natureza, como medida para evitar as aglomerações e as possibilidades de contágio pelo Covid-19. A amplia a decisão anterior publicada, em março deste ano, que suspendia a licença para eventos com público superior a 100 pessoas.

“A Prefeitura de Manaus e o seu prefeito estão fazendo tudo o que é possível e até o impossível para dar garantias de tratamento e de prevenção, acesso à saúde para todos, incluindo nossas populações rurais, ribeirinhas e indígenas, para que possamos manter o maior número de pessoas possível a salvo”, enfatizou o prefeito.

O primeiro decreto nesse sentido foi publicado em 25 de março, suspendendo a licença para eventos com públicos superior a 100 pessoas e cessando as licenças já concedidas até aquela data. Desta vez, o decreto amplia a suspensão para eventos de qualquer natureza e com qualquer público.


*Com informações da assessoria.