Fonte: OpenWeather

    EFEITO PANDEMIA


    Roberto Cidade pede suspensão de vistoria veicular por 45 dias

    Deputado enviou requerimento ao Governo do Estado direcionado ao transporte territorial intermunicipal

    Parlamentar falou do momento crítico devido os efeitos da pandemia sobre o setor | Foto: Evandro Seixas/Aleam

    Manaus - O presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Roberto Cidade (PV), apresentou requerimento solicitando ao Governo do Amazonas a suspensão de vistoria veicular, para o transporte territorial intermunicipal, pelo prazo de quarenta e cinco dias.

    Roberto Cidade lembrou que os trabalhadores desse modal estão passando por um momento econômico crítico, devido às medidas adotadas para combater o coronavírus (Covid-19) no Amazonas.

    “Essas medidas foram importantes e necessárias para frear o avanço do vírus, mas, principalmente os profissionais liberais, sofreram um impacto econômico muito grande. Por isso, como presidente da Comissão de Transporte e por entender as dificuldades desses trabalhadores, demos entrada nesse requerimento para tentar minimizar de alguma forma essa situação”, pontuou.

    No requerimento, o parlamentar solicita ainda que documentos como certidões, autorizações, permissões, licenças, entre outros documentos exigidos tenham os vencimentos suspensos, também pelo prazo mínimo de 45 dias.

    Roberto Cidade destacou ainda que a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), através da Portaria N. 023/2020, em seu artigo 5º regulamenta os serviços operados pelos automóveis (táxis, lotação e aplicativo), entre os quais a limitação de ocupação por três passageiros e o motorista, independente da capacidade de transporte do veículo.


    *Com informações da assessoria