Fonte: OpenWeather

    EFEITO PANDEMIA


    CMM passa por sanitização para retorno das atividades presenciais

    A volta ao trabalho presencial no plenário da Câmara Municipal de Manaus está marcada para o dia 1º de julho

    A ação de sanitização foi realizada durante toda a manhã desta quinta-feira (25) | Foto: Robervaldo Rocha/CMM

    Manaus - O prédio da Câmara Municipal de Manaus (CMM) passou por mais um processo de sanitização, na manhã desta quinta-feira (25), em preparação para o retorno dos trabalhos presenciais que serão retomados, no próximo dia 1º de julho. De acordo com a comunicação do Poder, todos os departamentos da Casa Legislativa foram sanitizados. A atividade determinada pela presidência da CMM durou toda a manhã.

    A sanitização é um conjunto de procedimentos higiênico-sanitários que visa garantir a limpeza de superfícies, equipamentos e ambientes, além de evitar a recontaminação de ambientes, produtos e superfícies, e que, segundo o presidente do Poder, vereador Joelson Silva (Patriota), é de suma importância para que os vereadores e servidores retornem com segurança.

    “Será um retorno gradual e estamos tomando todas as providências necessárias para que ninguém corra qualquer risco, e uma dessas providências é a sanitização do prédio, que elimina boa parte das bactérias” enfatizou o parlamentar.

    A limpeza diária já é uma rotina diária na Câmara, e este processo de sanitização é importante para eliminar fungos, bactérias e ácaros, que são mais frequentes em locais com grande circulação de pessoas, como é o caso da sede do Poder Legislativo Municipal.

    Joelson Silva informou, ainda, que durante o mês de julho, os gabinetes dos vereadores funcionarão com apenas dois assessores. “Queremos retornar com segurança e poder fazer nossas sessões presenciais, pois essa já é uma exigência da própria sociedade, a exemplo do que já ocorre com o comércio, parte da indústria e outros setores. Será um retorno gradual, mas responsável, até que tenhamos vencido a Covid-19. Já estamos numa linha de baixa em relação ao número de casos, mas não podemos relaxar”, finalizou Joelson Silva.

    O vereador Hiram Nicolau (PSD) disse que vai fazer a testagem dos funcionários do seu gabinete, por conta própria e vai estabelecer um regime de escala, para manter o o atendimento. Assim como em toda a CMM, os funcionários do grupo de risco do vereador se manterão isolados, em suas casas.


    *Com informações da assessoria