Fonte: OpenWeather

    Efeito Covid-19


    Mesmo com prefeito infectado, vereadores defendem retomada do comércio

    Parlamentares acreditam que a contaminação do prefeito serve de exemplo para população redobrar medidas de prevenção

    Prefeito Arthur Neto diz que vai vencer essa luta contra o novo coronarvírus | Foto: divulgação

    Manaus –  O resultado positivo para coronavírus no exame do prefeito, Arthur Virgílio Neto (PSDB), não preocupou os vereadores de Manaus em relação aos possíveis novos riscos da pandemia, diante do afrouxamento das medidas de isolamento como consequências da reabertura do comércio. Para eles, a movimentação da economia é fundamental para que os trabalhadores restabeleçam suas finanças e consigam recuperar os prejuízos da paralisação.  

    Segundo o boletim médico, Arthur Neto testou positivo para o vírus durante os exames de rotina realizados na segunda-feira (29). O quadro de saúde do prefeito é estável e ele deve seguir em observação durante as próximas 24 horas em isolamento, no Hospital Adventista.

    "Nunca fui de rejeitar desafios, vou mostrar que a vitória vai ser da perseverança, da coragem, no final, a vitória vai ser nossa”, foi com essa mensagem de encorajamento que o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, respondeu às inúmeras mensagens de apoio que recebeu, após ser diagnosticado com a Covid-19.

    Se solidarizaram com o prefeito, mas afirmam que afrouxamento das atividades deve seguir
    Se solidarizaram com o prefeito, mas afirmam que afrouxamento das atividades deve seguir | Foto: Lucas Silva

    Apesar se solidarizarem com a saúde do prefeito, os vereadores manauaras acreditam que Manaus está livre de uma segunda onda e que o pico do número de casos de contaminação e óbitos já foi superado. O vereador, Hiram Nicolau (PSD) destacou que considera covarde o ato de obrigar os trabalhadores a ficarem em isolamento social, enquanto precisam de retorno financeiro.

    “O isolamento social deve ser seguido por aqueles que possuem uma estabilidade financeira e podem suspender suas atividades. No entanto, os trabalhadores que não podem parar seus trabelhos devem seguir com suas funções dentro das normas de segurança e realizando todas as medidas de prevenção”, avalia.

    Nicolau destaca ainda que o número de casos deve aumentar com a reabertura das atividades, no entanto, ele diz acreditar que Manaus está livre de uma segunda onda.

    A vereadora Mirtes Salles (Republicanos), com base no estado de saúde do prefeito Arthur Neto, ressalta que medidas de prevenção para a população de Manaus devem ser reforçadas nesse período de retomada das atividades na capital. Ela afirma que, com todos os cuidados, é a favor que a população possa trabalhar normalmente.

    “O prefeito é uma figura pública que cumpre seus compromissos diariamente e, infelizmente, foi contaminado por uma doença que está adoecendo boa parte da população. O vírus é invisível e por isso todos os cidadãos precisam continuar se protegendo e trabalhando dentro das recomendações impostas pelas autoridades de saúde. Caminhamos para o fim da pandemia e não podemos regredir”, observa.

    A vereadora desejou ainda que o prefeito de Manaus tenha sucesso em sua recuperação e acredita que ele será recuperado em breve.

    O líder do governo municipal na CMM, vereador Marcel Alexandre (Podemos) analisou que a contaminação de Arthur aconteceu de forma tardia e já era prevista por seus aliados, uma vez que manteve agenda diária em busca de melhorar a qualidade de vida da população.

    “Acredito que o prefeito estará recuperado em breve, para cumprir com os seus compromissos como tem feito durante sua trajetória. Infelizmente o contágio aconteceu e isso é a realidade de muitos trabalhadores que, assim como ele, foram infectados por estarem seguindo com suas atividades de trabalho”, diz.

    Diante do caso de contaminação o prefeito, o presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Joelson Silva (Patriotas), avalia que ainda é muito cedo para falar de fim da pandemia e que todo cuidado ainda é necessário. “Ainda não é uma realidade. Não podemos achar que a pandemia acabou e que as pessoas superaram as consequências do vírus. Precisamos continuar nos prevenindo e seguindo em frente”, salienta.

    Oposição

    O deputado federal José Ricardo (PT), pré-candidato a sucessão do prefeito Arthur, se solidarizou com o prefeito. Apesar de possui divergências políticas, diz torcer por sua recuperação, assim como os demais cidadãos infectados pelo vírus. No entanto, o petista acredita que o retorno das atividades comerciais precise de ainda mais cautela.

    “O vírus continua na cidade e acredito que a retomada do comércio deve acontecer com mais calma, pois se a capital tiver uma nova onda que resulte no número elevado de mortes, será de responsabilidade de todos que estão à frente da população amazonense. Como podemos ver, a covid-19 não escolhe suas vítimas. Então devemos colocar a saúde e a vida em primeiro lugar”, finalizou.

    Leia Mais:

    Arthur Neto está internado com Covid-19 no Hospital Adventista

    Amazonas registra 930 novos casos de Covid-19 nesta terça-feira (30)