Fonte: OpenWeather

    Planalto


    Braga destaca importância da BR-319 e da ZFM em almoço com Bolsonaro

    Após o encontro com o presidente, o senador seguiu para o Ministério da Infraestrutura, onde definiu com o ministro a relação de aeroportos do interior do Amazonas

     

    Eduardo debateu, ainda, avanços nas tratativas para pavimentação da BR-319
    Eduardo debateu, ainda, avanços nas tratativas para pavimentação da BR-319 | Foto: Reprodução Instagram

    O senador Eduardo Braga (MDB/AM) destacou nas suas redes sociais os assuntos relacionados ao Amazonas e ao Brasil que debateu com o presidente Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (19), em almoço realizado no Palácio do Planalto. Entre eles, a pavimentação da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO); a importância da manutenção da Zona Franca de Manaus (ZFM); a relevância do setor de concentrados para a economia amazonense, além do futuro do país.

    “Falamos de 2020, 2021, 2022 e sobre a questão econômica”, destacou o senador.

    Participaram da conversa os líderes do Governo no Congresso Nacional e no Senado, os senadores Eduardo Gomes (MDB/TO) e Fernando Bezerra (MDB/PE), o relator do Orçamento da União de 2021, senador Márcio Bittar (MDB/AC), assim como os ministros Walter Braga Netto, chefe da Casa Civil, e o general Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo. 

    Aviação regional

    Após o encontro com o presidente, o parlamentar seguiu para o Ministério da Infraestrutura, onde definiu com o ministro Tarcísio de Freitas e equipe a relação de aeroportos do interior amazonense que serão entregues completamente modernizados entre 2021 e 2022. São os de Coari, Lábrea, Eirunepé, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Barcelos, Itacoatiara, Maués, Fonte Boa, Boca do Acre, Borba, Carauari, entre outros. 

    As obras, algumas já iniciadas e outras em fase de licitação, incluem a reforma ou construção de terminais, instalação de cercas, retirada de vegetação e sinalização de pista de pousos e decolagens. “Com dinheiro e força de vontade, conseguiremos finalizá-los em até dois verões amazônicos”, afirmou Eduardo.  

    O de Coari será submetido a uma “remodelagem completa”, com R$ 65 milhões de investimento, um dos maiores aportes já registrados na aviação regional do país. O projeto e a execução da unidade são de responsabilidade da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (Comara), vinculada à Força Aérea Brasileira (FAB). 

    A licitação para as obras nos terminais de Lábrea e Eirunepé, soube o senador por meio da equipe da Infraestrutura, deve ser lançada ainda este ano. 

    Eduardo debateu, ainda, avanços nas tratativas para pavimentação da BR-319, além da aplicação de recursos nas obras de duas importantes rodovias federais presentes em território amazonense: a BR-307, entre São Gabriel da Cachoeira e a comunidade de Cucuí, na fronteira com a Venezuela, e a BR-317, que liga Rio Branco (AC) a Boca do Acre, no sul do Estado.

    Sobre a BR-307, o parlamentar destacou os recursos já viabilizados para intervenção no trecho entre os municípios de Atalaia do Norte e Benjamin Constant. Além disso, chamou atenção para as péssimas condições do trecho que passa pelas Terras Indígenas Balaio e prossegue até o Cucuí. “Está intransitável”, afirmou o senador diante do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), general Antônio Santos Filho, que garantiu providências. A última intervenção ocorreu há 15 anos, quando Eduardo esteve à frente do Governo do Estado. 

    O parlamentar agradeceu, ainda, a atenção especial dada pelo ministro ao município de Lábrea, que já recebeu a instalação portuária provisória. A unidade será utilizada pela população enquanto o porto definitivo não é finalizado.

    Veja trecho do Encontro 

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais

    Braga elogia decisão do Ibama sobre impacto ambiental da BR-319

    Bancada amazonense defende adiamento do debate da reforma tributária

    Braga defende amplo debate sobre alíquota de 12% da CBS para ZFM