Fonte: OpenWeather

    ELEIÇÕES 2020


    PT e Psol reafirmam aliança, mas vice da chapa ainda é outra história

    Parceria foi mantida um dia depois de o PSol mudou o nome do seu pré-candidato a prefeito e lança um ativista gay

    José Ricardo recebeu dirigentes do Psol Manaus para reafirmarem aliança da esquerda
    José Ricardo recebeu dirigentes do Psol Manaus para reafirmarem aliança da esquerda | Foto: Divulgação

    Manaus - Os dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Socialismo e Liberdade (Psol), em reunião realizada na tarde desta terça-feira (25), reafirmaram a aliança nas eleições municipais deste ano, que tem como pré-candidato a prefeito, o deputado federal José Ricardo. A conversa ocorre um dia depois de o Psol mudar o nome do seu pré-candidato à Prefeitura de Manaus e lançar o avista gay, pesquisador e produtor cultural Paulo Trindade.

    Em nota, distribuída pela assessoria do deputado federal José Ricardo, ele informou que PT e Psol irão trabalhar juntos, para manter firme o bloco de esquerda, ampliando a parceria com outros partidos na campanha para 2020. E é nesse diálogo e união que irão buscar a melhor ou o melhor candidato a vice-prefeito.

    De acordo com a nota, o PT e o Psol vão continuar trabalhando na construção do Plano de Governo para Manaus, debatendo e ouvindo a sociedade, por meio de reuniões virtuais, sobre propostas e prioridades que possam melhorar a vida de todos e todas.

    O Psol, que antes trabalhava o nome do professor Jonas Araújo como pré-candidato a prefeito de Manaus, nas eleições deste ano, repensou a sua estratégia e lançou, na segunda-feira (24), o nome do pesquisador e produtor cultural Paulo Trindade, como pré-candidato da legenda.  A legenda comunicou a imprensa que se tratou de uma decisão aprovada no domingo (23).

    Paulo Trindade é a aposta do Psol para compor a chapa majoritária da esquerda em Manaus
    Paulo Trindade é a aposta do Psol para compor a chapa majoritária da esquerda em Manaus | Foto: Divulgação

    Mudança de estratégia

    De acordo com o presidente municipal do Psol, Jonas Araújo, a mudança de nome do pré-candidato da legenda não significava uma quebra da aliança de esquerda já firmada com o PT, no dia 28 de julho deste ano. Jonas disse que o partido apenas mudou a estratégia. “Estamos trabalhando para consolidar uma frente de esquerda e resolvemos indicar uma candidatura LGBT para fortalecer o debate de gênero na disputa à Prefeitura de Manaus. Temos interesse em estar compondo a chapa majoritária”, explica Araújo.

    Jonas disse, ainda, que a transição se deve ao fato de que é necessário trazer para o pleito de 2020 uma chapa da esquerda, que representa significativamente as lutas do campo progressista. Para ele, o Psol entende que a formação de um bloco de esquerda precisa estar intimamente ligada às bandeiras históricas do seu campo.

    “Em nível nacional, aprovamos uma resolução priorizando as candidaturas de mulheres, negros e negras, indígenas, LGBTI+ e PCDs. Por isso, nada mais inovador do que lançar em Manaus uma candidatura como a do companheiro Paulo Trindade, homem gay, afro ameríndio, produtor cultural e que reúne todas as características de um representante necessário para a esquerda manauara”, explica o presidente municipal do Psol.

    Possível vice de José Ricardo

    Agora pré-candidato do Psol, Paulo Trindade pode se consolidar como o candidato a vice-prefeito de José Ricardo nas eleições deste ano, sendo o primeiro candidato abertamente gay a concorrer ao cargo.

    Trindade disse que o Psol busca consolidar uma frente de esquerda, com partidos como PCB, PSTU, PT, Rede e PCdoB. “Precisamos encantar a política. O Psol tem um compromisso com as lutas sociais invisibilizadas. Tenho um legado no movimento estudantil, na cultura, na comunicação e LGBTI+. Estou inserido nos debates sobre gênero, sexualidade e direitos humanos. Pensamos uma Manaus que aponte para o futuro e lance alternativa diante do caos em que se encontra o país. Agradeço a confiança depositada", afirma Trindade.