Educação Básica


David promete implantar programa de pós-graduação para os professores

A proposta faz parte do plano de transformação para valorizar os profissionais da educação em Manaus

Segundo Almeida, o ajuste de foco vai promover incentivo à produção de conhecimento na capital
Segundo Almeida, o ajuste de foco vai promover incentivo à produção de conhecimento na capital | Foto: Divulgação

Manaus - Depois de conceder, em 2017, o maior abono da história aos profissionais da rede estadual de ensino, com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), o candidato a prefeito de Manaus pela coligação Avante Manaus, David Almeida, pretende, a partir de 2021, iniciar um processo de transformação da educação.

Almeida propõe a implantação do programa continuado de pós-graduação para os professores da na rede básica municipal de ensino.

A mudança, passará pela busca de uma maior eficiência, com a otimização dos recursos disponíveis, aliada a processos de valorização dos profissionais da área da educação.

Segundo David Almeida, o ajuste de foco, inserido na lista das prioridades da nova gestão, vai promover incentivo à produção de conhecimento em Manaus. 

“Tenho consciência de que só a educação transforma e que o conhecimento produz emprego, renda e desenvolvimento. Não se faz educação sem valorizar os seus profissionais”, avaliou David.

Segundo ele, se eventualmente for eleito neste ano, na sua gestão, a Prefeitura de Manaus vai investir em treinamento e capacitação de docentes e técnicos, bem como implantar um programa continuado de pós-graduação e educação para o futuro em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

David pretende promover, ainda, na melhoria da remuneração dos profissionais da educação. Ele lembra que o Ensino Fundamental é mais do que instrução e por pensar dessa maneira, entende que, além de medir os resultados de conhecimento, por meio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), também é necessário investir na formação de jovens cidadãos.

Social

O candidato antecipou que assistentes sociais e psicólogos também terão atenção diferenciada em sua gestão. Diante dos altos números de crianças e adolescentes que sofrem co transtornos de ansiedade e depressão, David afirmou que pretende incluir essas categorias na estratégia pedagógica da educação básica, como apoio educacional aos professores.

“Na nossa gestão, as escolas municipais de Manaus vão contar com o apoio assistencial social e psicológico para crianças atendidas pela rede municipal, bem como para suas famílias”, afirmou David, destacando a importância das categorias no processo da promoção e fortalecimento da educação.

Quando governo do Amazonas, David Almeida promoveu o maior pagamento de abono da história do Fundeb, no Estado. Em  2017, mais de 31 mil professores da rede estadual de ensino receberam de R$ 7 mil (uma cadeira) a R$ 21 mil (três cadeiras), oriundos das receitas do Fundeb.

Depois que voltou à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), em outubro daquele ano, David promoveu o debate para o reajuste dos professores. Enquanto o Governo da época sugeriu apenas 4% de reajuste, os professores lutavam por 15%.

Ao final dos debates, sob a coordenação de David, o reajuste aprovada pela Assembleia foi superior a 21%.

*Com informações da assessoria 

Leia Mais:

David propõe parcerias com indústrias para capacitação de jovens

Plataformas removem páginas que denegriam David nas redes sociais

Assembleia de Deus Tradicional declara apoio à David Almeida