Tarifa social


Marcelo Ramos consegue da Aneel reconhecimento da tarifa social

Em reunião na agência, parlamentar teve a garantia de que beneficiários do programa no AM possam chegar a 400 mil famílias

A Aneel se comprometeu em validar o cadastro de mais famílias amazonenses | Foto: Divulgação

Manaus - Em reunião com a direção da Agência Nacional de Energia Elétrica, o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) conseguiu que a agência reconhecesse a Tarifa Social para mais de 65 mil famílias que não fizeram seu recadastramento para manter o benefício por conta da pandemia.

Outra boa notícia aos amazonenses: a Aneel se comprometeu em validar o cadastro de mais famílias amazonenses. Com isso, a Tarifa Social poderá atingir cerca de 400 mil famílias.           

“Nossa reunião com o diretor da Aneel, André Pipetoni, foi no sentido de criarmos mecanismos para que mais famílias possam ter acesso à tarifa social de energia. De primeira, já houve a garantia de que as milhares de pessoas que não conseguiram se recadastrar para não causar aglomerações nos CRAS terão seu benefício revalidado”, disse Ramos.   

Segundo Ramos, hoje, cerca de 200 mil famílias têm o direito à tarifa social no Amazonas. Mas ele afirma que esse número pode chegar a 400 mil famílias beneficiadas. 

Portaria desobriga recadastramento

Neste ano, o Ministério da Cidadania baixou a Portaria 433, que desobriga a renovação do cadastro único em razão da pandemia. No entanto, a Aneel não vinha reconhecendo esses cadastros não renovados. Marcelo Ramos acrescentou, ainda, que as pessoas que tiveram e energia cortada por conta deste não reconhecimento passarão a ter a religação e parte da conta ou a íntegra do valor devido será paga pela Aneel, através do benefício da tarifa social.

*Com informações da assessoria

Veja mais:

Marcelo Ramos inicia diálogo de reforma sustentável com Mourão

Marcelo Ramos e vice Mourão fazem reunião para discutir Amazônia

Ramos não descarta disputar a presidência da Câmara em 2021