Fonte: OpenWeather

    Mobilidade Urbana


    Nicolau promete apoiar incentivo de financiamento de carros em Manaus

    Segundo o candidato, o objetivo do projeto é reduzir as despesas com combustível e aumentar os rendimentos dos trabalhadores de aplicativo

    O candidato também planeja investir na  criação de novos eixos viário para desafogar o trânsito
    O candidato também planeja investir na criação de novos eixos viário para desafogar o trânsito | Foto: Marcelo Cadilhe

    Manaus - Após reunião com lideranças que trabalham com transporte de passageiros na capital amazonense, o candidato a prefeito de Manaus pela Coligação ‘Pra Voltar a Acreditar’, Ricardo Nicolau (PSD), apresentou garantiu que deve apoiar o incentivo para financiamento de carros elétricos e híbridos para quem trabalha com transporte de passageiros.

    O objetivo, além de ambiental, é reduzir as despesas com combustível e aumentar os rendimentos dos trabalhadores. 

    “Os carros elétricos e híbridos devem contribuir com a redução da emissão de poluentes, sem prejuízo para o desempenho do automóvel. Em paralelo, o meio ambiente será preservado. A principal barreira para a compra deste automóvel é o preço, por isso a Prefeitura deve contribuir com o que puder para a modernização e a mudança da frota”, destacou Nicolau.

    Na Câmara Federal, já tramita o Projeto de Lei 3174/20, que cria uma política de incentivo aos veículos elétricos, baseada em corte de imposto e troca da frota do governo federal.

    O texto prevê também a criação de linhas de crédito prioritárias para a produção de veículos elétricos no País. Conforme a proposta, os veículos elétricos passarão a contar com isenção total de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Os híbridos (com propulsão elétrica e convencional) terão redução de 50% do tributo.

    “Com este projeto, o governo federal quer mudar sua frota de carros, próprios ou alugados, para versões elétricas. A partir de 2025, pelo menos 10% dos veículos da polícias federal, rodoviária federal e penal federal deverão ser elétricos. Até o ano de 2035, 90% da frota federal deverá ter propulsão elétrica. Isso pode ser aplicado em Manaus e a gente virar uma capital verde”, afirmou o candidato.

    Como deputado, Nicolau apresentou uma indicação ao Governo do Amazonas pedindo isenção de ICMS e IPVA para carros elétricos. Medida semelhante está em tramitação no Pará. As isenções de IPVA para carros elétricos e híbridos seguem as regras estaduais.

    Estados brasileiros como Maranhão, Paraná, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte já ofertam100% de isenção do imposto para veículos desse tipo.

    Recentemente, o Distrito Federal também aprovou a isenção do IPVA para os próximos cinco anos para quem investir em um carro elétrico ou híbrido.

    Outros estados, como Ceará e São Paulo, aprovaram desconto no IPVA para os carros não poluentes.

    Infraestrutura e segurança no transporte

    A segurança no transporte de passageiros será outra das prioridades do candidato para o setor. Uma das ações prioritárias é o incentivo para a implantação de câmeras dentro dos automóveis, assim como botão de pânico que poderá ser acessado em caso de roubo.

    Ainda para o setor, o candidato planeja investir na infraestrutura de Manaus, com a criação de novos eixos viários, viadutos e passagens de níveis para desafogar o trânsito, e a implantação de sinais inteligentes para agilizar o trânsito com uso de inteligência artificial e sensores. 

    “Vamos revitalizar a malha viária de Manaus com asfalto com garantia técnica mínima de cinco anos. Precisamos também asfaltar vias secundárias nos bairros e construir novos recuos, alargamentos e retornos. Quero propor também um estudo para alargamento das vias principais de Manaus e reavaliar a viabilidade da Faixa Azul”, avaliou Nicolau.

    *Com informações da assessoria

    Veja mais:

    Ricardo Nicolau reencontra paciente com Síndrome de Down em caminhada

    Ricardo Nicolau cresce em intenções de votos, aponta pesquisa

    Ricardo Nicolau diz que vai levar rede de esgoto para 40% de Manaus