Crime eleitoral


Prefeito de Tonantins é preso por suspeita de compra de votos no AM

Segundo a Justiça Eleitoral, Lázaro de Souza Martins foi preso em flagrante na própria residência com uma quantia significativa de dinheiro e armas

Uma grande movimentação na casa do atual prefeito chamou atenção da equipe eleitoral
Uma grande movimentação na casa do atual prefeito chamou atenção da equipe eleitoral | Foto: Divulgação

Tonantins (AM) - Buscando a reeleição, o prefeito do município de Tonantins (a 863 quilômetros de Manaus), Lázaro de Souza Martins, conhecido como ‘Curica’, foi preso em flagrante, na noite o último sábado (14), na própria residência, onde foram apreendidos dinheiro em espécie, armas, aparelhos celulares e outros objetos.

A prisão ocorreu em uma inspeção de rotina da Justiça Eleitoral, acompanhada do Ministério Público Eleitoral (MP), para verificar se a Lei Seca estava sendo cumprida na cidade.

Segundo o promotor eleitoral, Flávio Mota, da 47ª Zona Eleitoral uma movimentação na casa do atual prefeito chamou atenção da equipe eleitoral. 

“Quando passamos pela frente da casa do prefeito, nos chamou atenção uma grande movimentação de pessoas. Foi quando o juiz resolveu entrar pra averiguar e nos deparamos com esse quadro”, informou o promotor. 

O prefeito teve o auto de prisão lavrado, pagou fiança de R$ 3 mil e apesar de ter sido liberado deve responder ao inquérito por suspeita de compra de votos.

Mais compra de voto 

Ainda em Tonantis, a filha do candidato a prefeito pela oposição Francisco Salles, Karina Souza de Oliveira, também foi presa por suspeita de compra de voto, pagou fiança e responderá ao inquérito  em liberdade 

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Interpol identificou que verba da saúde do AM foi enviada ao exterior

Alvos da operação Sangria têm prisões prorrogadas por mais cinco dias

Vice-governador se pronuncia um dia após ser alvo da Operação Sangria