Direito cívico


Idosos reclamam de difícil acesso em colégio eleitoral no Parque 10

Com portão principal fechado, eleitores tiveram que andar quase 300 metros para entrar no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei)

A determinação do fechamento do portão principal foi dada pelo TSE
A determinação do fechamento do portão principal foi dada pelo TSE | Foto: Brayan Riker

Manaus - Com a preferência do horário de votação, das 7h às 10h, pessoas acima de 60 anos puderam cumprir o direito cívico de votar neste domingo (15). No entanto, eleitores idosos reclamaram ao chegar no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), localizada no CSU do Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul, ao encontrarem o portão principal fechado.

Para exercer o direito cívico, os eleitores tiveram que andar cerca de 300 metros para acessar o portão lateral, que dá acesso ao estacionamento do local. Ao chegar na entrada principal do colégio de votação, o eleitor encontrou um comunicado do Tribunal Superior Eleitoral (TRE), informado que, apenas os dois portões laterais, iriam funcionar.

Indignados, os idosos reclamaram da falta de organização e do difícil acesso. “Foi muito desgastante por causa da minha idade, sou bem esclarecida, vim porque sou cidadã e quero cumprir o meu direito. Moro no bairro há 30 anos, tenho problema na perna, pressão alta e não foi fácil andar esse percurso”, contou a eleitora de 75 anos, que não quis se identificar.

Carlos Fonseca chegou cedo na zona eleitoral no Parque Dez e informou aos eleitores, que iam chegando, onde poderiam entrar
Carlos Fonseca chegou cedo na zona eleitoral no Parque Dez e informou aos eleitores, que iam chegando, onde poderiam entrar | Foto: Brayan Riker

Já o eleitor Carlos Fonseca,55, desabafou sobre a circunstância e esteve, por um tempo, na frente da escola para orientar às pessoas sobre o local de entrada, já que não tinha ninguém passando as informações.

“Eu cheguei aqui cedo, foi uma grande confusão para as pessoas que vêm de longe, caminhando, os idosos e os cadeirantes. Espero que essa situação mude para facilitar o acesso das pessoas”, contestou. 

A equipe de reportagem entrou em contato com o TRE-AM, mas não obteve resposta sobre a justificativa do fechamento do portão lateral.

Leia mais:

Acompanhado da família, Alberto Neto vota no Centro de Manaus

Pesquisa Big Data aponta, novamente vitória de David no segundo turno

Abstenção no AM deve ser próxima de 40%, de acordo com diretor do TRE