Câmara Municipal de Manaus


Vereadores precisam trabalhar até o Natal para zerar pautas em Manaus

A meta dos vereadores é zerar a pauta, mesmo que os trabalhos parlamentares se estendam ate à semana do Natal

O presidente da Casa informou que haverá um esforço conjunto dos vereadores para que todos os procedimentos sejam cumpridos
O presidente da Casa informou que haverá um esforço conjunto dos vereadores para que todos os procedimentos sejam cumpridos | Foto: Divulgação

Manaus - Após as eleições municipais que elegeram 25 vereadores novos, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) começou as análises de projetos feitas pelas comissões técnicas, com o objetivo de agilizar as discussões e votar as matérias que tramitam na Casa.

Segundo o presidente da CMM Joelson Silva (Patriota), a meta é zerar a pauta, mesmo que os trabalhos parlamentares se estendam ate à semana do Natal.

Nesta terça-feira (17), os vereadores deliberaram o Projeto de Lei 322/2020, de autoria do Executivo Municipal, capeado pela Mensagem 045/2020, que estima a Receita e fixa a Despesa para o exercício financeiro de 2021.

A matéria seguiu para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), com o Projeto de Lei 323/2020, que altera a Lei 2.294, de 3 de janeiro de 2018 e institui o Plano Plurianual de Manaus para o período de 2018 a 2021.

Momentos antes da sessão plenária começar, Joelson Silva informou que haverá um esforço conjunto dos vereadores para que todos os procedimentos sejam cumpridos, a exemplo do que ocorreu no período da pandemia causada pelo novo coronavírus. 

“Teremos que ter muita tranquilidade e serenidade, para votar esse orçamento e poder dar viabilidade administrativa ao próximo prefeito. Além disso, vamos pedir o empenho dos vereadores, que possuem projetos em outras comissões, para que possam aprovar essas matérias, dar os pareceres e trazê-las para a primeira e segunda discussões. A ideia é fazer o máximo, pois temos muitos projetos”, justificou Joelson. 

Crescimento

O parlamentar lembrou que houve um crescimento no número de projetos apresentados, em relação ao ano passado, apesar do problema de saúde pública, provocado pela Covid-19. 

“Durante a pandemia, mesmo com todas as dificuldades, fizemos a nossa parte. Conseguimos dar celeridade a muitos projetos, não ficou nenhuma pendência no período. Todos os que chegaram em regime de urgência foram votados. Fizemos uma interlocução muito importante com a prefeitura, com a Casa Civil, fazendo aquilo que era necessário para poder dar a atenção necessária, também, aos problemas que vivemos durante a pandemia”, explicou o vereador. 

Após ratificar o esforço redobrado em relação ao andamento dos projetos, Joelson Silva aproveitou para agradecer, aos eleitores, a votação expressiva que recebeu, no pleito do último domingo (15), em Manaus.

*Com informações da assessoria 

Leia mais:

Com 25 vereadores novatos, CMM tem mais de 60% de renovação

Nomes famosos ficam de fora da reeleição na Câmara Municipal de Manaus

Avante e PSC são os que receberam mais votos para vereador em Manaus