Fonte: OpenWeather

    Eleições 2020


    Reuniões políticas e comícios só podem ocorrer até esta quinta (26)

    Prazo também vale para a divulgação do local onde estarão fixados os pontos de transmissão de dados do pleito, pelos Tribunais Regionais Eleitorais

    A data também vale para a expedição de salvo-conduto para eleitores que sofrerem violência moral ou física em sua liberdade de votar
    A data também vale para a expedição de salvo-conduto para eleitores que sofrerem violência moral ou física em sua liberdade de votar | Foto: Divulgação

    Manaus - Os candidatos à eleição para a Prefeitura de Manaus têm somente até esta quinta-feira (26) para realizarem propaganda política, seja por meio de reuniões públicas ou comícios, e para utilizarem sonorização fixa, entre 8h e 0h, de acordo com o artigo 240 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965).

    Esta quinta também é o prazo para que os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) divulguem, via internet, o local onde estarão fixados os pontos de transmissão de dados do pleito. O local deve ser diferente do endereço em que funcionará a junta eleitoral.

    A data-limite vale ainda para a publicação, no Diário de Justiça Eletrônico, do edital que convoca os representantes dos partidos, das coligações, do Ministério Público e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para acompanhar a liberação do Sistema de Gerenciamento da Totalização (Sistot) nas zonas eleitorais.

    Comunicados do TSE

    De hoje (26) até sábado (28), o TSE poderá divulgar comunicados, boletins e instruções aos eleitores, em até 10 minutos diários requisitados às emissoras de rádio e de televisão.

    Salvo-conduto

    Também a partir desta quinta (26), o juízo eleitoral ou o presidente da mesa receptora poderá expedir salvo-conduto para eleitores que sofrerem violência moral ou física em sua liberdade de votar.

    *Com informações do TSE

    Leia Mais:

    TSE orienta eleitores a não baixarem e-Título no dia da votação

    Segundo TSE, mais de mil contas foram banidas no WhatsApp nas eleições

    TSE registra 264 crimes de violência contra candidatos desde janeiro