Fonte: OpenWeather

    Recuperação judicial


    Serafim repudia ingresso de Moro em empresa de consultoria da Odebrech

    Moro esteve à frente da Lava Jato de 2014 a 2018 e condenou dirigentes das principais construtoras ligadas ao esquema de corrupção

    | Foto: Divulgação

    Manaus - O ingresso do ex-juiz Sérgio Moro como sócio-diretor da consultoria norte-americana Alvarez & Marsal, empresa responsável pela recuperação judicial da Odebrecht e OAS, duas das principais empreiteiras brasileiras envolvidas na Operação Lava Jato foi repudiada pelo deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) repudiou, nesta terça-feira (1º).

    “É lamentável o papelão do ex-juiz Sérgio Moro. Ele que como juiz agiu acertadamente quando puniu aqueles grandes empresários que fizeram do Estado uma propriedade sua, como foi o caso da empresa Odebrecht. Moro joga fora toda a sua biografia, quando, depois de tirar um concorrente forte da concorrência à presidência República no páreo, no caso o Lula, aceita ser ministro. Era como alguém que tivesse apitado um jogo de futebol e, ao final, ao invés dos jogadores carregarem o técnico do time, carregam o juiz. Aquilo ali, já manchou a sua biografia, mas agora resolveu manchar de fez”, lamentou disse. 

    Moro esteve à frente da Lava Jato de 2014 a 2018 e condenou, como juiz da 14ª Vara Criminal de Curitiba, dirigentes e sócios das principais construtoras ligadas ao esquema de corrupção na Petrobras.

    Para Serafim, a decisão de Moro, que começa a atuar na consultoria norte-americana nesta terça-feira, “joga fora todas as condições de ser um juiz correto”.

    “Ele que com as suas decisões, a meu ver em relação às empreiteiras agiu acertadamente,  levou a falência a Odebrecht e a OAS, melhor dizendo em recuperação judicial. Agora, ele vai trabalhar na empresa que cuida da recuperação judicial das duas empreiteiras e vai cuidar disso não como consultor, mas como sócio. É lamentável o papelão de Sérgio Moro. Quero registrar o meu repúdio. Esse cidadão jogou fora todas as condições que tinha de ser um juiz duro, um juiz correto. Isso depõe contra ele. Decepciona em grande parte seus seguidores. Registro que nunca fui seguidor dele”, finalizou.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Serafim alerta para negativação de municípios junto ao CAUC

    Deputado Serafim alerta para AM entrar em apagão de energia como Amapá

    'As eleições não podem ser transformadas em guerra', diz Serafim