Fonte: OpenWeather

    Defesa da Mulher


    Comissão da Mulher tem reforço no combate à violência doméstica

    Mirtes Salles afirmou que deixa um legado a quem for assumir a Comissão, que é um reforço no combate à violência em Manaus, segundo a vereadora

    Vereadora não foi reeleita e se despede da Comissão de Defesa da Mulher
    Vereadora não foi reeleita e se despede da Comissão de Defesa da Mulher | Foto: Divulgação

    Manaus - Com reforço no combate à violência doméstica, neste final de ano, o Núcleo de Atendimento à Mulher na Câmara Municipal de Manaus (CMM) foi um espaço apontado pela vereadora Mirtes Salles (Republicanos) como uma de suas principais conquistas, durante os quase dois anos à frente da Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher da CMM.

    Esse espaço criado exclusivamente ao público feminino, dentro da Casa Legislativa, atende vítimas de violência, mulheres em situação de vulnerabilidade social, em tratamento de doenças graves ou que estejam desamparadas e de alguma forma. Além disso, o Núcleo compõe a Rede Municipal de Proteção à Mulher

    Importante lembrar que todo o atendimento é personalizado e feito por uma equipe multidisciplinar formada por advogados, assistentes sociais e psicólogos.

    “Sem dúvida é um legado que deixamos para quem for assumir a Comissão da Mulher, pois é mais um reforço no combate à violência aqui na capital. Além disso, acreditamos que demos voz às mulheres com ações essenciais no fortalecimento da autoestima, como a implantação do Projeto Mulher Empreendedora, o qual realizou mais de dois mil atendimentos em diversos bairros e comunidades de Manaus”, ressaltou.

    Outro ponto de destaque foi o Projeto de Lei nº 235/19, aprovado em novembro deste ano, que cria o Dia da Mulher Empreendedora, a ser comemorado em 19 de novembro. Segundo Mirtes Salles, o principal intuito deste PL é valorizar o empreendedorismo feminino em toda a capital.

    Fios de Vida

    Doar cabelos é um gesto de amor. Esse é o lema do Projeto Fios de Vida, que completou um ano em outubro e transformou a vida de doze mulheres em Manaus.

    “Nossa ideia foi resgatar a autoestima dessas meninas e mulheres, mostrando que elas podem sim ficar bonitas e femininas com o uso dessas perucas. Com o Fios de Vida, construímos um caminho de amor e sonhos, propiciando um recomeço para essas pacientes, não apenas com câncer de mama, mas também vítimas de escalpelamento, alopecia, entre outras doenças causadoras da queda de cabelo”, explicou.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Dia da Mulher: AM só tem quatro deputadas estaduais, já homens são 20

    Mandado de segurança suspende cassação de Mirtes Salles

    Vídeo: 4 vereadores de Manaus podem ser cassados pelo TRE-AM este mês