Fonte: OpenWeather

    Com a palavra


    'A minha missão é reverberar a voz do povo', diz Mayara Pinheiro

    A deputada estadual afirmou que sua atenção, neste momento, é o combate à pandemia, a viabilização do atendimento necessário aos infectados e a imunização

     

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Eleita a deputada estadual mais votada nas eleições de 2018, com 50.819 votos, a médica Mayara Pinheiro se destacou na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) com propostas voltadas, principalmente, à Saúde e à assistência de mulheres, de minorias e da população do interior. Em 2016, a parlamentar também construiu um marco histórico no município de Coari, eleita vice-prefeita em uma chapa com a maior votação da história do município.

    Como presidente da Comissão de Saúde e Previdência (CSP), a deputada reafirmou seu compromisso em agir para viabilizar o início do processo de imunização, cobrando da gestão municipal e do Governo do Estado do Amazonas planejamento e ampliação de leitos para comportar a alta demanda que o estado tem enfrentado. Além disso, a deputada também disse que seu foco de atuação sempre será atender as necessidades da população.

    EM TEMPO - O Amazonas ultrapassou a marca de 2 mil casos confirmados pela Covid-19, como médica e presidente da Comissão de Saúde e Previdência (CSP) da Aleam, qual a principal medida deve ser tomada para frear o contágio no estado?

    Mayara Pinheiro - Infelizmente chegamos à fase roxa de contaminação epidemiológica, a mais grave de todas, e é o momento de reforçarmos o que a ciência já comprovou serem as medidas mais eficazes contra a propagação do vírus: distanciamento social, uso de álcool em gel e máscaras. Os cuidados precisam ser redobrados. O momento agora é de esforço mútuo. Cidadãos precisam tomar os cuidados necessários e o Poder Público precisa agir de forma urgente para o tratamento da população já acometida pelo vírus, como viabilizar a ampliação do número de leitos e a contratação de profissionais para a linha de frente, tanto diretamente quanto via Ministério da Saúde, para que avancemos neste momento de crise enquanto aguardamos a vacina contra o coronavírus.

    EM TEMPO - A Comissão se reuniu nesta semana para definir ações de enfrentamento ao coronavírus no Amazonas? Quais iniciativas foram definidas? Como está o plano de vacinação para a população amazonense?

    Mayara Pinheiro - Nós realizamos uma sessão extraordinária da Comissão de Saúde e Previdência, na última terça-feira (5), onde aprovamos requerimentos ao Ministério da Saúde, cobrando o cronograma de vacinação para o Estado, e a logística de distribuição de vacinas para a capital e o interior e o envio de profissionais da saúde ao estado. Também solicitamos à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) o planejamento estratégico para o enfrentamento deste momento da pandemia, para capital e interior, requeremos também Equipamentos de Proteção Individual (EPI), oxigênio e medicamentos para os polos e subpolos de saúde do estado, bem como a destinação de leitos de pacientes oriundos do interior. À Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) foi pedido o planejamento estratégico em especial das Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Zona Rural do Município de Manaus, e aprovamos ainda a realização de uma audiência pública, entre a comissão, secretarias de saúde do estado e município e órgãos de controle e fiscalização.

    EM TEMPO - Pela sua experiência na medicina, como você avalia o sistema de Saúde do Amazonas? O que precisa mudar para que o sistema esteja preparado para atender a demanda da população?

    Mayara Pinheiro - Nosso sistema de saúde de fato precisa de melhoras e não estava preparado para o momento de pandemia que atravessamos aliado a isso, temos uma dificuldade estrutural de logística por vivermos em um estado de dimensões continentais. É necessário que a saúde seja tratada com seriedade e planejamento para que a população receba serviço com a qualidade que merece.

    "

    Entendo que temos avançado bem na representatividade feminina na política, mas ainda há muito a ser feito. Os bons exemplos de mulheres na gestão pública tem que ser enaltecidos e precisam ser levados em consideração nas urnas "

    Deputada Mayara Pinheiro,, sobre o marco de cinco deputadas eleitas na Aleam

     

    EM TEMPO - Coari registrou mais de 8 mil casos da doença. A saúde do município está preparada para a demanda? A senhora pretende propor medidas que intensifiquem o sistema do município?

    Mayara Pinheiro - Coari é um subpolo de saúde no estado, a Comissão de Saúde aprovou um requerimento para que a SES-AM, prepare os polos e subpolos para um eventual aumento de demandas para tratamento da Covid-19, além disso, solicitamos que se mantenham leitos de retaguarda na capital para receber os pacientes oriundos do interior.

    EM TEMPO - A senhora foi eleita a deputada estadual mais votada do Amazonas, com boa parte do seu eleitorado de Coari, a senhora acredita que o fenômeno irá se repetir no ano que vem, nas eleições estaduais?

    Mayara Pinheiro - Fico honrada por cada voto que recebi, mas o momento não é de se falar em eleições. Meu objetivo para o momento é desempenhar bem o meu mandato, em especial no enfrentamento da pandemia causada pelo coronavírus. A minha missão é reverberar a voz do povo.

    EM TEMPO -  Sua família está no terceiro mandato no comando de Coari, durante esse tempo, seu nome, de seu irmão, Adail Filho e seu pai, Adail Pinheiro estiveram envolvidos em supostos esquemas de corrupção no município. A senhora acredita que de alguma forma, os apontamentos da Justiça podem prejudicar sua trajetória política?

    Mayara Pinheiro - Minha família tem um nome consolidado no município em razão do bom trabalho desenvolvido, sempre pensando na população e no progresso de Coari. A minha trajetória política e de minha família tem sido escrita com muito trabalho e dedicação ao povo de Coari e ao Estado do Amazonas.

     

    | Foto:

    EM TEMPO - No comando da Aleam para o próximo biênio, a senhora ocupa o cargo de 2ª vice-presidente da Mesa Diretora. No entanto, a eleição foi apontada como golpe e teve inúmeras tentativas de ser anulada. Houve de fato uma articulação para que a eleição beneficiasse o atual presidente da Casa, Roberto Cidade?

    Mayara Pinheiro - Acredito que a eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia para o biênio de 2021/2022, foi conduzida seguindo os trâmites legais e regimentais. As chapas foram apresentadas e o parlamento votou democraticamente no deputado Roberto Cidade (PV) para a presidência da Casa Legislativa.

    EM TEMPO - Seguindo nesse cenário, após a eleição da Mesa, o parlamento ficou desgastado. Conforme especulações dos bastidores, a resistência pode prejudicar a aprovação de projetos na ALEAM. Como a senhora avalia esse suposto cenário?

    Mayara Pinheiro - Primeiramente, eu discordo que o parlamento tenha ficado desgastado. Segundo, é importante lembrar que o parlamento representa o povo e todos os projetos que forem de interesse da população e do estado do Amazonas, tenho certeza que serão apreciados e aprovados por este Poder Legislativo.

    "

    Estamos debruçados em como podemos somar no combate à pandemia, tanto como parlamentar, como presidente da Comissão de Saúde e Previdência "

    Deputada Mayara Pinheiro, sobre os planos para as atividades legislativas em 2021

     

    EM TEMPO - A senhora tem destaque na Assembleia por projetos em defesa dos idosos, mulheres e minoria. Quais os planos para o início das atividades deste ano na Casa Legislativa?

    Mayara Pinheiro - Não imaginávamos que em 2020 iríamos enfrentar a Covid-19 e o uso emergencial do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), salvou muitas vidas, após a minha defesa da manutenção dos repasses. Somando os dois  últimos anos, todos os municípios do Amazonas receberam R$ 157,6 milhões. Como se sabe, estamos passando por um novo estágio grave da pandemia no nosso estado. Diante disso, estamos debruçados em como podemos somar no combate à pandemia, tanto como parlamentar, como presidente da Comissão de Saúde e Previdência. Venho buscando alternativas para cooperar e cobrar das instituições uma saída para esta crise sanitária no estado do Amazonas. Mas nossas atenções sempre estarão voltadas para os idosos, mulheres, minorias e população do interior. Minha atuação parlamentar continuará direcionada a estas causas durante todo o meu mandato.

    EM TEMPO - O parlamento estadual conquistou um número histórico de cinco deputadas na Aleam. Com a bancada feminina fortalecida, como a senhora acredita que essa presença será favorável para a população?

    Mayara Pinheiro - Sem dúvidas estamos vivendo um momento político histórico no Brasil quando se trata da participação feminina. No Estado do Amazonas, a bancada feminina tem mostrado o valor destas guerreiras com uma legislatura propositiva e atuante. Infelizmente este fenômeno tem se demonstrado um pouco mais desacelerado quando se trata do Poder Executivo. Entendo que temos avançado bem na representatividade feminina na política, mas ainda há muito a ser feito. Os bons exemplos de mulheres na gestão pública tem que ser enaltecidos e precisam ser levados em consideração nas urnas. Eu fui a deputada mais votada do Amazonas em 2018, essa votação expressiva representa o quanto nós, mulheres, estamos ganhando posição de destaque na gestão pública. A partir de fevereiro, no nosso parlamento teremos cerca de 1/5 de sua composição de representação feminina. Ainda é pouco, mas entendo que a representatividade das demandas da mulher aumenta e isto é um ponto muito positivo na luta pela igualdade de gêneros.

    Leia Mais: 

    'Entregaremos ao próximo prefeito a cidade mais ajustada', diz Arthur

    ‘Pretendo dar atenção às necessidades da sociedade’, diz João Carlos

    ‘A prioridade será a operacionalização da vacina’, diz Shádia Fraxe