Fonte: OpenWeather

    Emendas


    Alessandra destina R$ 300 mil pra combate à Covid em Novo Airão

    A emenda será transferida ao Fundo Municipal de Saúde de Novo Airão e será disponibilizada ao prefeito Frederico Junior (PSC)

     

    A emenda será transferida ao Fundo Municipal de Saúde de Novo Airão
    A emenda será transferida ao Fundo Municipal de Saúde de Novo Airão | Foto: Divulgação

    Para auxiliar no combate à COVID-19 no município de Novo Airão, a deputada Alessandra Campêlo (MDB) destinou emenda parlamentar no valor de R$ 300 mil. O recurso é voltado para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medicamentos e insumos. 

    A emenda será transferida ao Fundo Municipal de Saúde de Novo Airão e será disponibilizada ao prefeito Frederico Junior (PSC) para a compra de máscaras N95, luvas, proteção ocular, além de álcool em gel e líquido, por exemplo. 

    “São R$ 300 mil a mais para ajudar Novo Airão a combater o coronavírus. O momento demanda união e ação; todo apoio é necessário. Estamos trabalhando em conjunto para sairmos o quanto antes dessa crise” disse a parlamentar. 

    A parlamentar destacou, ainda, que além do envio de recursos para municípios do interior, seu gabinete tem feito ações sociais em hospitais de Manaus desde o agravamento da pandemia. 

    Auxílio Emergencial

    Nesta quinta-feira (28), foi anunciado o Auxílio Emergencial Estadual para famílias em situação de vulnerabilidade social. Ao todo, 100 mil famílias em condição de pobreza e extrema pobreza receberão três parcelas de R$ 200 a partir da próxima segunda-feira. 

    Esse valor será exclusivo para a compra de alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza. A parlamentar, que votou favorável ao auxílio na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), considerou a medida de extrema importância no período que o estado vive. 

    “Sabemos da necessidade de ficarmos em casa nesse momento, mas temos que garantir as condições necessárias para isso. O auxílio emergencial dará a segurança alimentar e sanitária a essas famílias”, afirmou.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Deputada pede que Estado faça transferência de pacientes graves

    Covid-19: ministro nega priorizar vacinação de pessoas com deficiência

    Com atraso na votação da LDO, salário de militares fica comprometido