Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Deputado Alberto Neto defende vacinação em massa no Amazonas

    O parlamentar reforçou que a nova cepa da doença pode ser levada para todo país se não houver um controle efetivo da pandemia no estado

     

    | Foto: Divulgação

    Brasil - Em discurso na sessão plenária da Câmara dos Deputados, na manhã desta quinta-feira (11), o deputado federal Alberto Neto (Republicanos) defendeu a vacinação em massa como medida mais efetiva de combate ao coronavírus no Amazonas. 

    “O Amazonas ainda chora, perdemos milhares de pessoas no nosso estado, com essa nova cepa do vírus, que nos atingiu em cheio. E aconteceu cenas que só vimos em época de guerra: a falta de oxigênio no estado. A única solução no Brasil é vacinação em massa no Amazonas e, principalmente, na cidade de Manaus”, ressaltou. 

    O deputado reforçou que a nova cepa da doença, identificada no Amazonas, é responsável por grande parte dos infectados, com diz os especialistas, pode ser levada para todo país se não houver um controle efetivo da pandemia no estado. 

    “A vacinação será uma barreira, vai dificultar o vírus de se proliferar no restante do país. Nós não podemos ser presunçosos e achar que o problema está só em Manaus. O problema que está no Amazonas vai se alastrar para o restante do país, se a gente não agir hoje. O cientista que previu o colapso em Manaus, em agosto de 2020, disse que precisamos vacinar em torno de 80% da população do Amazonas para evitar uma tragédia sanitária e econômica na nossa nação. O Brasil precisa se mobilizar. Eu peço ajuda dos colegas deputados para acionarem o Ministério da Saúde para solicitar a vacinação em massa no estado do Amazonas. Vacinação em massa no Amazonas é proteger o nosso país”, enfatizou o deputado. 

    Ações

    O deputado solicitou por meio de uma representação no Ministério Público Federal do Amazonas (MPF) e outra no Ministério Público do Amazonas (MP/AM) que os órgãos entrem com uma Ação Civil Pública com objetivo de priorizar a categoria no plano de vacinação. 

    O parlamentar ressaltou que a categoria trabalha diuturnamente para garantir que o decreto estadual que determina o toque de recolher e o fechamento das atividades não essenciais permaneça fechado e destaca o trabalho humanitário que policiais desenvolveram durante a crise de falta de oxigênio em Manaus. 

    A partir da apresentação do Plano Nacional de Imunização da Secretaria de Vigilância em Saúde para o combate a Covid-19, Alberto Neto sugeriu readaptação dos profissionais de Segurança Pública no planejamento.

    No Requerimento de Indicação apresentado pelo parlamentar em dezembro de 2020, o deputado ressaltou que os profissionais da segurança, que ficaram na quarta fase do plano de imunização, precisam ser incluídos na primeira fase devido o contato direto que mantém com a população. 

    O deputado enviou um ofício ao governador do Amazonas, Wilson Lima, sugerindo uma readaptação dos profissionais da Segurança Pública no plano de vacinação no estado. Ele sugere que os policiais sejam realocados da quarta fase para primeira fase da campanha de vacinação contra Covid-19, a fim de evitar mais baixas na corporação, com casos positivos e mortes causadas pela doença.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Bancada amazonense apoia renovação do Auxílio Emergencial

    Com atraso na votação da LDO, salário de militares fica comprometido

    Deputado presta apoio a familiares de pacientes de Covid-19 em Manaus