Fonte: OpenWeather

    Investigação


    STF autoriza diligências da PF em inquérito que investiga Pazuello

    Entre os pedidos, o ministro deu aval para depoimentos de funcionários do Ministério da Saúde e de Secretarias de Saúde do Amazonas e de Manaus

     

    Pazuello que negou omissão do governo na crise sanitária no Amazonas
    Pazuello que negou omissão do governo na crise sanitária no Amazonas | Foto: Divulgação

    Brasil - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para que a Polícia Federal realize diligências no inquérito que investiga uma possível responsabilidade do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na crise de saúde pública de Manaus. A autorização foi concedida nesta segunda-feira (15).

    Entre os pedidos, o ministro deu aval para depoimentos de funcionários do Ministério da Saúde e de Secretarias de Saúde do Amazonas e de Manaus; acesso a e-mails; informações sobre fornecimento e transporte de oxigênio; informações sobre gastos com distribuição de medicamentos para tratamento precoce e que não têm eficácia comprovada contra a Covid-19.

    A investigação ouviu até o momento, somente o ministro Pazuello que negou omissão do governo na crise sanitária no Amazonas.

    Pazuello também afirmou, no último na última quinta-feira (11) , durante audiência no Senado, que não houve relato de falta de oxigênio no início de janeiro em Manaus.

    Inquérito 

    No último dia 29, por determinação de Lewandowski, a Polícia Federal abriu inquérito para investigar a conduta do ministro da Saúde na crise sanitária do Amazonas.

    Na ocasião, Lewandowski atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), com base em uma representação apresentada pelo partido Cidadania. Com isso, Pazuello passou a ser formalmente investigado na Corte.

    Pandemia no Amazonas

    O estado do Amazonas padece com o caos na saúde pública, em decorrência do aumento significativo no número de casos de Covid-19. A falta de oxigênio nas unidades de saúde, resultou na morte pacientes que necessitavam de tratamento hospitalar para a doença.

    *Com informações do site Metrópoles 

    Leia mais:

    Pazuello estabelece novo plano parar emoção de pacientes no Amazonas

     Wilson Lima se reúne com CMA para traçar vacinação no Amazonas

    Pazuello visita Manaus para anunciar novas ações de combate a pandemia