Fonte: OpenWeather

    Habilitação


    Alessandra solicita implementação imediata de CNH Social no interior

    A deputada pediu ainda a isenção de custos para a emissão da primeira habilitação

     

    A solicitação foi encaminhada ao Governo do Estado e Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM)
    A solicitação foi encaminhada ao Governo do Estado e Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) | Foto: Divulgação

    Amazonas - Em requerimento apresentado na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) nesta quarta-feira (3), a deputada estadual Alessandra Campêlo solicitou a implementação imediata da CNH Social para mototaxistas do interior no Amazonas. A solicitação foi encaminhada ao Governo do Estado e Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

    Além da isenção de custos para a emissão da primeira habilitação, a parlamentar pediu que o departamento de trânsito oferecesse o curso de capacitação para os profissionais e volte a doar coletes e capacetes de segurança. Alessandra destacou que durante a pandemia, custos desse tipo influenciam no orçamento da família, especialmente aquelas que tiram o sustento desse meio de transporte. 

    “Como sabemos, os mototaxistas são o principal meio de transporte no interior e muitas vezes trabalham sem habilitação porque não conseguem arcar com todas as taxas, cursos de formação e exames exigidos para a emissão da CNH. Por isso, solicitei a implementação dessa medida, além da doação de equipamentos de segurança. O objetivo é incentivar esses trabalhadores a cumprirem os requisitos legais para o exercício da profissão sem que isso pese no bolso”, explicou. 

    Além desse requerimento, a deputada encaminhou uma indicação ao Executivo e ao Detran para a retomada dos serviços relacionados ao processo de formação de condutores no estado do Amazonas.

    “Essa atividade é responsável por formar o cidadão para o trânsito e profissionais como motoristas de ônibus, de aplicativos, taxistas e motoboys. São profissionais importantes para a economia, sendo, portanto, uma atividade essencial para a retomada do crescimento no pós-pandemia”, completou.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    PL prevê comercialização de produtos agrícolas como serviço essencial

    Alessandra articula retorno de academias com protocolos de prevenção

    Alessandra sugere ação para barrar redução de impostos de bicicletas