Fonte: OpenWeather

    Aleam


    Mayara convocará audiência para tratar da terceira onda de Covid-19

    A reunião busca tratar junto as autoridades e demais órgãos públicos possíveis ações de enfrentamento a nova crise

     

    Para Mayara, a vacina ainda é a maior esperança e a medida mais eficaz na redução de casos graves
    Para Mayara, a vacina ainda é a maior esperança e a medida mais eficaz na redução de casos graves | Foto: Divulgação

    Manaus - A deputada Mayara Pinheiro (Progressistas), anunciou nesta quarta-feira (24) que vai convocar uma Audiência no âmbito da Comissão de Saúde e Previdência (CSP) para tratar sobre a possível terceira onda do coronavírus no Estado do Amazonas.

    Conforme Mayara, diversas notícias no início da semana trouxeram à tona a possibilidade de uma terceira onda, devido a reabertura do comércio e flexibilização das atividades. Caso se concretize, autoridades e demais órgãos públicos precisam se antecipar e elaborar ações de enfrentamento.

    “Durante o início da semana, eu vi ser veiculado em alguns jornais a questão da terceira onda, a gente espera que não ocorra. Nós estamos correndo contra o tempo para vacinar a população, mas ainda há muito a ser feito. Não temos como prever se haverá mutação ou não ano que vem, então vamos trabalhando ações de saúde que possam realmente contingenciar e combater esse vírus. Eu vou marcar uma Audiência na Comissão de Saúde, chamar a FVS-AM, a SES Amazonas, a Semsa e todos os órgãos necessários para nos prepararmos para esse outro momento”, frisou durante a Sessão Ordinária.

    Compra direta de vacinas

    Para Mayara, a vacina ainda é a maior esperança e a medida mais eficaz na redução de casos graves e complicações em decorrência da Covid-19. No início do ano, a Comissão de Saúde aprovou um requerimento sugerindo ao Estado a compra direta de vacinas, por meio de um consórcio público. Na última segunda-feira (22), o Governo do Estado assinou a compra direta de 1 milhão de doses da vacina Sputnik V para o Amazonas através do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

    “Fico plenamente feliz em ver que as nossas ações estão tendo retorno e que o nosso trabalho tem surtido efeito em prol da população”, pontuou.

    Vacina para grávidas e puérperas

    A Dra. Mayara defendeu ainda a vacinação para puérperas, que apresentam taxa de letalidade maior de 12% e também para gestantes, no terceiro trimestre, que correm risco de ter complicações em decorrência da Covid-19.

    “Estou apresentando um requerimento para que essas gestantes e puérperas sejam vacinadas, já que saiu a nota técnica do Ministério da Saúde garantido a segurança desse grupo. Atualmente, apenas gestantes com comorbidades estão sendo assistidas e, a meu ver, com esse risco aumentado, todas as gestantes do terceiro trimestre e puérperas deveriam ser vacinadas”, pontuou.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Deputados se articulam para eleger novo membro da Mesa Diretora

    Deputada propõe Projeto de Lei sobre saúde mental na Aleam

    Aleam solicita que Secretaria de Saúde apresente relatório de gastos