Fonte: OpenWeather

    Indenização


    Deputado federal pede seguro de vida aos profissionais da segurança

    O deputado afirma que a indenização do profissionais de segurança "é medida irrefutável e digna de apreciação".

     

    Segundo o deputado, alguns dos profissionais são cruelmente assassinados, somente pelo fato de serem policiais
    Segundo o deputado, alguns dos profissionais são cruelmente assassinados, somente pelo fato de serem policiais | Foto: Divulgação

    O deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos) sugeriu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, a contratação do seguro de vida para todos os profissionais de segurança pública, sem custos ao servidor. 

    A solicitação foi feita ao ministro por meio da Indicação 493/2021 e está embasada em rol taxativo do Art. 144 da Constituição Federal, concedido sem custos para o servidor.

    Neste sentido, farão jus ao benefício: as polícias e corpos de bombeiros militares, polícias civis, federais, rodoviárias federais, ferroviárias federais e polícias penais do âmbito federal, estadual e distrital.

    A indicação visa reconhecer o valor destes profissionais, uma vez que demonstra não apenas uma preocupação com a exposição ao risco da categoria, mas também com suas famílias. Todos os dias, policiais são mortos ou sofrem acidentes em cumprimento do seu dever de preservação da ordem pública, da proteção das pessoas e do patrimônio.

    Segundo o deputado, alguns dos profissionais são cruelmente assassinados, somente pelo fato de serem policiais, fator suficientemente relevante para viabilizar esse benefício à categoria em questão.

    O parlamentar justifica que com o falecimento, as famílias dos profissionais de segurança precisam enfrentar a perda do ente querido e o desamparo financeiro, sendo o seguro de vida, hoje, indispensável a algumas categorias profissionais, principalmente aquelas cujo exercício da profissão exige uma maior exposição ao risco, como é o caso dos profissionais de segurança pública.

    O deputa afirma que proporcionar um valor indenizatório, no caso da ocorrência de determinadas adversidades relacionadas ao desempenho de suas atividades, "é medida irrefutável e digna de apreciação".

    Além disso, o fato dos profissionais de segurança se sentirem valorizados e amparados por uma política de benefícios cuidadosamente estruturada pode ser bastante positivo para aumentar o engajamento do quadro profissional, assim como para o alcance de melhores resultados para a sociedade.

    Alguns estados já concedem este benefício para profissionais de segurança pública, mas o ideal é que ele seja estabelecido para os servidores de todo o país e custeado integralmente pelo ente federado responsável pela respectiva força policial.

    É preciso dar especial atenção a esses profissionais que se arriscam todos os dias em prol da segurança de toda sociedade.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Omar Aziz é indicado para presidência da CPI da Covid no Senado

    Deputados da Aleam repercutem dados sobre vacinação no Amazonas

    Deputada Nejmi Aziz comemora 100 dias de mandato na Aleam