Fonte: OpenWeather

    Projeto


    Vereador reforça aprovação do Marco Legal na Câmara dos Deputados

    Diego Afonso pediu reforço para a discussão em torno do Projeto de Lei nº 5829 sobre a criação do Marco Legal da Geração Distribuída (GD)

     

    Para o segundo 2º vice-presidente da CMM, além da sustentabilidade, o setor da energia solar deve gerar em torno de R$ 139 bilhões em novos investimentos pelos próximos 30 anos
    Para o segundo 2º vice-presidente da CMM, além da sustentabilidade, o setor da energia solar deve gerar em torno de R$ 139 bilhões em novos investimentos pelos próximos 30 anos | Foto: Divulgação

    Manaus - Nesta segunda-feira (26), o vereador Diego Afonso (PSL) se pronunciou durante a sessão plenária da Câmara Municipal de Manaus (CMM) pedindo que os 41 vereadores reforcem junto a bancada dos seus partidos a colocação em pauta de votação na Câmara dos Deputados  do Brasil, o Projeto de Lei nº 5829 sobre a criação do Marco Legal da Geração Distribuída (GD).

    “O mundo clama por energia renovável e esse Projeto de Lei é importante para o setor e para o planeta por tratar de energia limpa e sustentável. Além de reduzir os custos com energia no bolso do amazonense que optarem por essa energia, a aprovação deste projeto vai abrir milhares vagas de trabalho”, disse Diego Afonso.

     

    Na última quinta-feira (22), o vereador conversou por ligação com os deputados federais da bancada amazonense, o presidente estadual do PSL, delegado Pablo, Sidney Leite (PSD) e Marcelo Ramos (PL), reforçando a importância da aprovação deste PL.

    Para o segundo 2º vice-presidente da CMM, além da sustentabilidade, o setor da energia solar deve gerar em torno de R$ 139 bilhões em novos investimentos pelos próximos 30 anos. 

    “Apenas em 2020, o setor de energia solar ofertou cerca de 86 mil postos de trabalho, e a expectativa com a aprovação do Marco Legal da GD que trará mais segurança e estabilidade para o setor, é abrir mais de 1 milhão de vagas de emprego”, disse.

    Ainda durante a sessão plenária da CMM, o PL nº 013/2021 de autoria do vereador Diego Afonso que trata sobre a criação da Frente Parlamentar de Recuperação Econômica aos impactos causados pela pandemia de Covid-19, foi deliberado pelos parlamentares. Após a deliberação, o PL segue para a 2ª Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

    “Desde o início da pandemia de Covid-19 no Amazonas, nós trabalhamos em ações e projetos voltados ao combate ao vírus. Agora, também precisamos pensar em estratégias voltadas a recuperação econômica para garantir que todo amazonenses tenha em sua mesa o seu alimento diário”, justificou Afonso.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    'Vou brigar para que as coisas aconteçam', diz vereador Allan Campelo

    Vereadora de Manaus usa plenário para criticar beijo de Gil e Fiuk

    Parlamentares do AM buscam propostas para proteção ambiental