Fonte: OpenWeather

    Depoimento


    Pazuello comunica que não vai depor presencialmente na CPI da Covid

    O presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), marcou novo depoimento para daqui a 15 dias. Desta forma, deve ficar para o dia 19 de maio

     

    Pazuello afirmou que teve contato com pessoas infectadas pela Covid-19
    Pazuello afirmou que teve contato com pessoas infectadas pela Covid-19 | Foto: Divulgação

    O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello comunicou, por meio de ofício, que não vai depor na CPI da Covid de forma presencial. O depoimento de Pazuello estava agendado para esta quarta-feira (5).

    Pazuello afirmou que teve contato com pessoas infectadas pela Covid-19 e, por isso, não poderia ir presencialmente ao Senado esta semana. Ele sugeriu como alternativa manter a data da sessão, mas em formato remoto, o que não foi aceito pelos membros do colegiado.

    O presidente da comissão,  senador Omar Aziz (PSD-AM), marcou novo depoimento para daqui a 15 dias. Desta forma, deve ficar para o dia 19 de maio.

    Em documento enviado a Aziz (PSD-AM), o secretário-Geral do Exército, Francisco Humberto Montenegro Junior, atestou que Pazuello teve contato com dois servidores do Executivo acometidos de Covid-19.

    Apesar de sugestões para que o ex-ministro fizesse o teste para a Covid-19, Aziz preferiu confiar na palavra de representantes do Exército e adiar o depoimento.

    Senadores governistas defenderam que Pazuello prestasse depoimento remoto nesta quarta-feira. Ciro Nogueira (PP-PI), aliado do presidente Jair Bolsonaro e membro da CPI, argumenta que "já foi acordado que qualquer pessoa pode depor remotamente". Ele ressalta que Pazuello não queria adiar sua oitiva.


    Omar Aziz esclareceu, porém, que não irá permitir depoimentos remotos na CPI para que não haja "subterfúgios" nos depoimentos, como "dizer que o link caiu". Ele negou que tenha acordado que poderia haver oitivas remotas, e disse que sua decisão se refere apenas à presença de senadores nas sessões de forma remota.

     

    O relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), sugeriu que Pazuello fizesse um teste de Covid para demonstrar boa vontade com a comissão. Em resposta, Aziz disse que basta o Exército comunicar à comissão que Pazuello teve contato com pessoas com Covid.

    Leia mais:

    CPI da Covid: Acompanhe ao vivo o depoimento de ex-ministro Mandetta

    "Bolsonaro sugeriu modificar bula da cloroquina", diz Mandetta

    Vereadora Brena Dianná propõe Usina Solar para Parintins