Fonte: OpenWeather

    Organização Não Governamental


    Ong Asas do Socorro é exaltada por serviços prestados no Sul do AM

    O deputado Adjuto Afonso (PDT) destacou na Casa Legislativa o trabalho da Associação Asas do Socorro, que foi contemplada com o título de Utilidade Pública

     

    deputado Adjuto Afonso (PDT).
    deputado Adjuto Afonso (PDT). | Foto: Ney Xavier

    Manaus (AM) - O deputado Adjuto Afonso (PDT) destacou na Casa Legislativa o trabalho da Associação Asas do Socorro, que foi contemplada com o título de Utilidade Pública pelo parlamentar, por conta do trabalho social e estratégico junto às comunidades do Sul do Amazonas há 48 anos. A  Organização Não Governamental teve um trabalho de destaque durante a pandemia, levando vacinas à população ribeirinha que mora em lugares mais distantes, além de outros trabalhos consolidados naquela região.

    "Essa Ong presta serviço na região amazônica, especificamente na região do Purus, entre Pauini e Lábrea. Prestaram um serviço fundamental na vacinação, com um hidroavião, pegavam as vacinas na Prefeitura, e onde não dava para entrar outro tipo de navegação, eles conseguiam chegar. Eu pedi o título de Utilidade Pública para essa Ong, mas não foi direcionado nenhum tipo de Emenda, e nesse caso, quando conhecemos o trabalho, sou a favor de direcionar porque o trabalho é muito sério e com certeza será bem aplicada", destaca o deputado.

    Ong Asas do Socorro

    A Ong Asas do Socorro é uma organização cristã missionária, entidade sem fins lucrativos, de caráter beneficente, filantrópico, cultural, educativo, religioso, de assistência social e de direitos humanos. A matriz está localizada em Anápolis (GO), desde 1964, com filial no Amazonas desde 11 de setembro de 1973, atuando já há 48 anos na região.

    Um dos projetos mais recentes denominado de Água Limpa, que consta no relatório oficial da Ong, permite acesso a água potável no Médio Purus, entre Lábrea e Pauini.

    O "Projeto Água Limpa - Amazonas" trabalha desde 2017 com o objetivo de fortalecer o protagonismo dos comunitários de 33 comunidades na defesa dos seus direitos cidadãos.

    Foram instaladas 17 unidades de tratamento simplificado de água, abrangendo as casas em duas comunidades.

    Em 2020, a Asas de Socorro foi aprovada no processo de auditoria do Selo Doar qualificando-se como organização certificada com o Selo A, passando a fazer parte de um seleto grupo de organizações brasileiras certificadas de forma independente que alcançaram o padrão mínimo de qualidade definidos pelo Instituto Doar e baseados nos principais modelos de certificação internacionais para organizações da sociedade civil.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Adjuto Afonso propõe comissão para mudar caminhos do PDT no Amazonas

    Deputado repercute índices de melhoria na economia local e nacional

    Deputado pede anistia para produtores e cooperativas junto à Afeam