Fonte: OpenWeather

    vacina


    Governo cancela reunião sobre exigência de vacina para turistas

    Decisão ocorre após STF dar 48 horas para governo se manifestar sobre demora em atualizar as regras de entrada de viajantes no Brasil

     

    | Foto: Divulgação

    Brasília (DF) - O governo federal cancelou a reunião interministerial que discutiria a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de exigir o comprovante de vacinação contra Covid-19 de estrangeiros. O encontro estava marcado para o fim da tarde desta segunda-feira (6).

    A recomendação da Anvisa foi feita em 25 de novembro deste ano. Como justificativa, a agência reguladora alega que a inexistência de uma política de cobranças dos certificados de vacinação pode fazer com que o Brasil vire um destino para turistas sem vacinação.

    “A não vacinação é indesejada do ponto de vista do risco que esse grupo [de turistas] representa tanto para a população brasileira quanto para o Sistema Único de Saúde (SUS)”, informou o órgão há duas semanas.

    Atualmente, a entrada de estrangeiros no país está proibida por vias terrestre e marítima. Uma portaria interministerial libera o transporte aéreo.

    O cancelamento ocorre após o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), dar 48h para o governo se manifestar sobre a demora em atualizar regras de entrada de viajantes no Brasil. A determinação do ministro atendeu a um pedido do partido Rede Sustentabilidade.

    *Com informações do Metrópoles 

    Leia mais:

    Figueiredo: concessionária indenizará família de vítimas de choque

    Petrobras nega informação confirmada por Bolsonaro sobre gasolina

    Keitton Pinheiro é eleito novo prefeito de Coari