Fonte: OpenWeather

    Sáude


    Descubra o que pode significar a dor de cotovelo

    Ortopedista explica os principais tipos, sintomas e tratamentos mais modernos disponíveis na medicina para curar a dor de cotovelo

    O tratamento é individualizado e é possível contar com a inovação da medicina | Foto: Divulgação

    Engana-se quem pensa que a dor de cotovelo está ligada somente ao dito popular daquela sensação de inveja. Pessoas de todas as idades estão sujeitas a sofrerem com incômodos nesta articulação, que fica entre o braço e o antebraço e auxilia o ser humano na realização de trabalhos domésticos, atividades no trabalho, exercícios físicos ou até mesmo lazer.

    Por isso, o ortopedista e especialista em ombro e cotovelo e sócio da Clínica LARC, Dr. Layron Alves, explica quais são os principais problemas que afetam a região e como eles podem ser tratados.

    Epicondilite lateral

    Conhecida popularmente como cotovelo do tenista é caracterizada pela inflamação e micro rompimento de fibras dos tendões extensores do antebraço. Pode se manifestar por meio de um desconforto e sensibilidade na parte lateral do cotovelo, dor ao apertar ou pegar algo, rigidez ou dificuldade em mover a região e até dificuldade para esticar o local.

    Tendinite

    Este é um problema que também é definido por conta de uma inflamação que acontece nos tendões da região. “Assim como a epicondilite, seu aparecimento causa dor ao realizar movimentos com o braço e uma hipersensibilidade a toques, porém, a diferença se dá por conta do incômodo ser localizado mais no meio do cotovelo", esclarece Layron.

    Artrite

    Considerada como uma doença crônica e autoimune, ela também é capaz de desencadear uma inflamação das articulações, resultando em sensações de calor, vermelhidão, inchaço, dificuldade de movimento, seguido de dor e rigidez. E em episódios onde o problema não recebe cuidados precoces ela pode causar erosão óssea e até deformidade nas articulações.

    Feito seu diagnóstico por um médico ortopedista e de preferência especializado em ombro e cotovelo, o tratamento é individualizado e é possível contar com a inovação da medicina. 

    Além disso, o tratamento também pode ser realizado  por meio do uso de remédios orais, de repouso, afastamento das atividades que podem ter desencadeado o quadro, exercícios de fisioterapia para reabilitar a região e dar mais força e flexibilidade à articulação.

    *Com informações da assessoria