Fonte: OpenWeather

    Rendimento Físico


    Quatro hábitos que auxiliam na melhora do rendimento físico

    A prática de exercícios pode exigir uma reposição maior de nutrientes

    O equilíbrio de alimentos ao longo do ano e a escolha selecionada de suplementos para cada tipo de modalidade esportiva, é fundamental.
    O equilíbrio de alimentos ao longo do ano e a escolha selecionada de suplementos para cada tipo de modalidade esportiva, é fundamental. | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - Quem realiza atividades físicas e quer ter um bom desempenho deve estar atento a outros fatores, além da realização do exercício em si. Estar com o corpo em movimento pode demandar uma maior necessidade nutricional, tanto para atletas amadores, quanto para os profissionais.

    A nutricionista,  Karla Maciel, explica que o equilíbrio de alimentos ao longo do ano e a escolha selecionada de suplementos para cada tipo de modalidade esportiva, é fundamental para potencializar a performance e reduzir lesões que comprometem a qualidade do treino.

    Karla destaca quatro hábitos importantes para o rendimento dos praticantes de atividades físicas, seja no período de treinos ou no de competições. Confira:

    1. Energia para o tecido muscular

    A inclusão de fontes de carboidratos de qualidade antes dos treinos é indicada para recuperação do músculo e para dar mais energia. A nutricionista salienta que é preciso ter consciência das fontes escolhidas, elas devem ser baseadas em alimentos vegetais, integrais e frutas. 

    2. Ingerir proteínas para recuperação

    A síntese muscular, seja para ganho de massa ou para recuperar lesões leves decorrentes da prática esportiva, depende da boa ingestão de proteínas ao longo do dia e após o treino. O consumo de carnes, peixes, ovos e outras fontes proteicas, simultaneamente à suplementos proteicos, deve ser considerado na rotina esportiva.

    3. Controlar a hidratação

    A transpiração excessiva na prática de algumas modalidades, de alta intensidade e duração, leva à perda de água e de eletrólitos, o que gera prejuízos associados à desidratação. Por conta disso, é importante monitorar e manter uma boa hidratação, através de água, água de coco e outros líquidos naturais.

    4. Suplementar com ômega 3

    A ciência comprova os efeitos da suplementação com este ácido graxo no esporte. Um estudo feito por Crestani e Bonin em 2014, que Karla destaca, mostra os benefícios da suplementação sobre o desempenho físico de jovens ativos, após a prática de musculação. Os resultados observados nele, mostraram que o ômega 3 impactou positivamente na composição corporal dos indivíduos, uma vez que ajudou a reduzir o percentual de gordura e aumentar a massa magra.


    *Com informações da assessoria