Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Sem tratamento específico, crescem fake news de combate ao Coronavírus

    Depois que o primeiro caso de Coronavírus foi confirmado no Brasil, passaram a circular nas redes sociais dicas caseiras de como prevenir e combater a doença

    Confira a reportagem | Autor: Débora Martins / Em Tempo

    | Foto: Reprodução

    Manaus (AM) - A chegada do Coronavírus ao país provocou grande preocupação na população. Desde a descoberta do primeiro caso, o Ministério da Saúde tem indicado uma série de medidas protetivas. No entanto, notícias falsas que indicam receitas milagrosas de combate à doença começaram a circular pela internet, prejudicando a atuação de órgãos envolvidos no combate ao vírus.

    Entre as recomendações disparadas via WhatsApp, estão: tomar chá de abacate com hortelã, chá de alho, uísque quente com mel ou vitamina C com zinco, mas nenhuma destas medidas ajudam a prevenir o Covid-19.

    Receitas caseiras têm prejudicado a atuação de órgãos envolvidos no combate ao vírus
    Receitas caseiras têm prejudicado a atuação de órgãos envolvidos no combate ao vírus | Foto: Reprodução

    Tais mentiras têm prejudicado o trabalho de órgãos envolvidos nas ações de combate à doença. Desde o final de janeiro, o Ministério da Saúde se movimenta para desmentir essas notícias.

    A cura da doença ainda não foi descoberta e, por isso, o ideal ainda é a prevenção, mas da maneira correta.  Confira as medidas básicas de prevenção segundo orientação de especialistas:

    1.   Lavar as mãos com água e sabão frequentemente por pelo menos 20 segundos;
    2.   Usar álcool em gel;
    3.   Não compartilhar objetos pessoais;
    4.   Cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir;
    5.   Manter os ambientes bem ventilados e
    6.   Evitar contato próximo com pessoas doentes.


    Serviço de Combate à Fake News

    Para receber "informações virais" sobre Coronavírus, o Ministério da Saúde disponibilizou um número de WhatsApp (61) 99289-4640. Desde o início da epidemia, foram recebidas 6,5 mil mensagens, 90% relacionadas à nova doença, mas 85% eram falsas.

    Além disso, o site do Ministério conta com uma página específica de fact-checking (agência pública), a checagem de fatos, em que diversas Fake News a respeito do Corona Vírus são desmentidas.

    Site do Ministério da Saúde disponibiliza informações
    Site do Ministério da Saúde disponibiliza informações | Foto: Reprodução

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Confira a reportagem | Autor: Débora Martins / Em Tempo
     



    *Texto WEB: Marhia Edhuarda Bessa