Fonte: OpenWeather

    Cuidados


    Hemoam teme falta de sangue devido à pandemia do coronavírus

    Fundação permanece com coletas de sangue, mas adotou medidas de segurança para evitar proliferação de coronavírus

    Hemoam pede que pessoas continuam a realizar doações de sangue | Foto: Divulgação

    Manaus - Em meio ao período de prevenção ao novo coronavírus e com as recomendações de evitar aglomerações, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) teme que reduzam os números de doações de sangue em Manaus.

    O Hemoam fez um apelo para que as pessoas não deixem de realizar as doações, e informou que o funcionamento da Fundação permanece, porém com algumas alterações. Entre elas, a principal é a orientação de que os interessados em realizar doação de sangue agendem antecipadamente o ato. Os agendamentos de doadores já cadastrados podem ser realizados pelos telefones (92) 3655-0270 ou (92) 3655-0271.

    ''A gente nunca pode relaxar e, nesse momento de crise, ficamos em alerta pois se amanhã ninguém aparecer para doar sangue, o estoque ficará comprometido em alguns dias'', informou a assessoria.

    A exceção de agendamento presencial é para quem irá doar pela primeira vez. O doador poderá comparecer ao Hemocentro para realizar cadastro e receber as orientações necessários no ato.

    O setor de doação permanece com o horário de funcionamento de segunda a sábado, de 7h ás 18h, e fica localizado na avenida Constantino Nery, 4397, bairro Chapada, Zona Centro Sul.

    Medidas de segurança

    Como forma de evitar a proliferação do coronavírus, o Hemoam adotou algumas medidas de segurança, entre elas, foi criado um ambiente de espera na área externa, como forma de evitar contato com grande número de pessoas em um local fechado.

    Na triagem, as cadeiras estão com avisos pedindo que doadores mantenham distância mínima de um metro.

    Para os doadores, a recomendação é que evitem trazer acompanhantes idosos ou crianças, e pessoas com mais de 60 anos devem adiar as coletas.

    Quem viajou recentemente para lugares com casos de covid-19  ou quem teve febre e gripe fica impedido de doar por 30 dias.